Para utilizar este site corretamente é necessário habilitar o javascript do navegador.

Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística
Ferrovia

Acidentes ferroviários caem em todas as concessionárias de ferrovias

Mon, 17 de July de 2017
Fonte: Agência Infra
A média do índice de acidentes ferroviários registrados no país teve queda de 35%, em 2016, se comparado com o número de 10 anos atrás. É o que mostram os dados do Anuário do Setor Ferroviário, publicado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). 
 
De acordo com o levantamento, o índice de acidentes por milhão de trem/km (métrica internacional) caiu de uma média de 26,6, no ano de 2007, considerando as 11 concessionárias, para 16,1 no ano de 2016. 
 
Conforme gráfico abaixo, a queda vem acontecendo gradualmente. Até 2011, o índice de acidentes situava-se entre 25 e 28. A partir de 2012, ele começa a baixar e chega a ser de 14,90, em 2014 - o menor da série. Após uma elevação, em 2015, o número voltou a baixar no ano passado. 
 
O índice, no entanto, ainda varia muito entre as concessionárias e, em algumas ferrovias, pode ser até 10 vezes superior. A Transnordestina, por exemplo, tem o índice de 66,4, enquanto a MRS, que opera no Sudeste, fica em 6,4. A Transnordestina, no entanto, já chegou a ter o índice de 196 acidentes por milhão de trem/km. Outra malha que reduziu o número de acidentes foi a da Rumo, que saiu de uma média de 31 em suas quatro concessões para 15,5, em 10 anos.