Para utilizar este site corretamente é necessário habilitar o javascript do navegador.

Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística
Logística

São José dos Campos incentiva atração de empresas de logística

Fri, 30 de June de 2017
Fonte: Associação Brasileira de Operadores Logísticos
Como parte das iniciativas da Prefeitura de São José dos Campos para a implementação do Plano de Desenvolvimento de Logística (PDLG), aconteceu na manhã desta terça feira (27), no Parque Tecnológico, um evento especial com a participação da ABOL – Associação Brasileira de Operadores Logísticos, com a palestra do seu presidente executivo, Cesar Meireles. Foram abordadas as referências desse tipo de organização empresarial que movimenta mais de 160 operadores dos quais os 27 maiores formam a ABOL. Com faturamento conjunto de R$54 bilhões, empregos diretos de 250 mil profissionais e indiretos mais 480 mil o setor vêm se fortalecendo a cada ano. Meireles ainda apresentou as mais recentes tecnologias como uso de drones para inventario e robôs na armazenagem.
 
 
Segundo Meireles, a ABOL é uma associação nova, com apenas 5 anos, mas já se tronou importante na maioria dos fóruns econômicos privados (como Fiesp) e públicos (como CNT), além de participar de uma rede internacional de entidades congêneres e com isso manter o Brasil no mais atual estado da arte nessa atividade.
 
Meireles salientou aos empresários a complexidade do setor de logística e sua atuação em todo o país, conforme as diferentes características de produção econômica regionais.
 
Enquanto consultor do seguimento, ele também alertou aos empresários que a operação logística é muito mais que uma transportadora, um armazém de carga e um transporte intermodal. Para ele, trata-se de uma atividade complexa e que precisa de cada vez mais de profissionalização.
 
Coube a JGVantine, (Joseense e colaborador “pro bono” na elaboração do PDLG) explicar sua formatação apoiada no tripé da infraestrutura altamente competitiva formada pelo Porto Regional de São Sebastião, Terminal Internacional de carga SJK e o complexo rodoviário que corta a região denominada RM Vale/LN. Esse Plano está contido no Programa Estratégico do Governo comandado pelo prefeito Felicio Ramuth.
 
Como parte integrante do PDLG, na ocasião, o Secretário de inovação e Desenvolvimento da Prefeitura, Alberto Mano Marques anuncio a “Lei da Logística”, assim denominada por conter um conjunto de incentivos fiscais e operacionais visando atratividade de investimentos e Condomínios Logísticos. Trata-se de uma lei moderna que contempla tanto investidores, como embarcadores e operadores logísticos, tendo como contrapartida a geração de empregos e geração de renda para o município, um “trade off “ econômico.
 
 
O evento foi estruturado e coordenado por Daniel Vantine, e contou com a participação de mais de 60 representantes de empresas da região, ressaltando que atualmente, São José dos Campos ocupa a posição de quinta maior cidade exportadora do país, com US$ 4,9 bilhões em produtos exportados em 2016. Outro importante atrativo para atrair futuros investidores é que a cidade e a região possuem também mão de obra altamente qualificada bem como diversos incentivos municipais, que promovem resultados positivos aos empreendimentos.