Para utilizar este site corretamente é necessário habilitar o javascript do navegador.

Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística
Cuiabá

Licitação do Rodoanel de Cuiabá será lançada em abril

Fri, 02 de February de 2018
Fonte: Diário de Cuiabá
A licitação da obra de duplicação do Contorno Norte de Cuiabá e Várzea Grande (Rodoanel) será lançada no dia do aniversário da capital, em 8 abril, informou ontem o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte. O rodoanel receberá R$ 540 milhões em recursos, a fundo perdido, por meio de convênio entre o Estado de Mato Grosso e o governo federal. A obra, que será autorizada pelo governador Pedro Taques, vai desafogar o trânsito e mudar o rumo do desenvolvimento da região metropolitana. 
 
“Apresentamos um novo projeto moderno para a obra do Rodoanel por determinação do governador. Abandonamos o antigo projeto, feito na gestão anterior, que já nasceria defasado. Adotamos uma nova concepção pensando no presente e no futuro de Mato Grosso. Estivemos ontem em Brasília e o Governo do Estado recebeu uma posição favorável do Dnit em relação a nossa proposta de construir todo o Rodoanel em concreto. Hoje esta é a mais moderna técnica de engenharia, e certamente vai atender a crescente demanda de tráfego de veículos pesados, utilizados para escoar a produção do agronegócio”, disse o secretário. 
 
O rodoanel terá 52 km, totalmente duplicado, em concreto, que tem durabilidade de 30 anos, em substituição ao asfalto tipo CBUQ de apenas 10 anos. A obra vai ligar a região do Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, até o Distrito Industrial de Cuiabá, passando pela rodovia MT-010 (Estrada da Guia), rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), até chegar na BR-364. Ao longo deste trajeto, serão construídas 15 obras de artes, sendo duas pontes e 13 viadutos. 
 
“Voltamos de Brasília com 99% desta questão do Rodoanel resolvida. O governador tem me cobrado muito a solução deste problema, pois temos mais de R$ 100 milhões em conta que não puderam ser usados, infelizmente, por erros da gestão passada. Nós formos obrigados a cancelar a licitação e o projeto, e, assim, conseguimos segurar o dinheiro”, declarou o secretário. Participaram da reunião com o superintendente do Dnit, Luiz Antônio Garcia, o secretário de Desenvolvimento, Carlos Avalone, o Adjunto de Obras da Sinfra, Marcos Catalano, e técnicos das instituições. 
 
Marcelo Duarte também adiantou que pretende lançar a licitação no modelo do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é apontado como mais ágil em relação à tradicional licitação para a contratação da empresa, e assegura com mais celeridade o início da obra. No RDC, a empresa vencedora deverá executar a obra e apresentar o projeto executivo com base nos parâmetros definidos pelo governo. A expectativa é concluir todo o processo licitatório e iniciar a obra até o final de 2018. 
 
HISTÓRICO - Em 2013, parte do trecho em Várzea Grande chegou a ser licitado pelo Estado. No entanto, devido a irregularidades, o Dnit determinou o bloqueio dos recursos depositados na conta do convênio e o posterior cancelamento da licitação. Em 2015, o Tribunal de Contas da União (TCU) identificou irregularidades processuais e sobrepreço, vindo a determinar, assim como o Dnit, a suspensão da licitação. O Rodoanel encontra-se dentro do pacote de quase 70 obras rodoviárias do Pró-Estradas Vale do Rio Cuiabá.