Etanol sobe mais que gasolina e diesel no início de 2015

Na semana em que foi anunciado um aumento nos impostos sobre a gasolina e o diesel, o etanol – cuja matéria-prima está em fim de safra – registrou uma alta maior. Os preços subiram 0,49% nos postos de País, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), enquanto os dois outros combustíveis variaram menos de 0,15% para cima. 

 

 

Historicamente, o preço do etanol sobe nas usinas no início de fevereiro, em razão do fim da safra da cana-de-açúcar, que normalmente acontece em março. 

Os impostos PIS/Cofins e Cide (Contribuição de Intervenção sobre o Domínio Econômico) subirão em R$ 0,22 por litro no caso da gasolina e R$ 0,15, no caso do diesel, em 1º de fevereiro.

O anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, na noite de segunda-feira (19). Na semana anterior (11 a 17 de janeiro), a média do preço do etanol para o consumidor final estava em R$ 2,052, de acordo com a ANP. Nesta semana (de domingo passado a este sábado), chegou a R$ 2,062.

O aumento é de 0,49%, ou de R$ 0,01 por litro, que significa R$ 0,50 para encher um tanque de 50 litros.

No mesmo período, a gasolina foi de R$ 3,029 para R$ 3,033, alta de 0,13%, ou R$ 0,20 para se encher um tanque de 50 litros. O diesel subiu 0,11%, de R$ 2,609 para R$ 2,612 (R$ 0,15 a mais a cada 50 litros).

No acumulado o ano, o álcool também apresenta a maior variação: 0,73%, ante 0,13% da gasolina e 0,11% do diesel, entre as semanas de 28 de dezembro e 4 de janeiro e a atual.

A evolução no preço do álcool também foi identificada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Universidade de São Paulo (USP). Entre as pesquisas encerradas em 16 e 23 de janeiro, o litro do etanol combustível na usina subiu cerca de 6,2%. O cálculo não inclui ICMS e frete.

SP e SC é onde gasolina e etanol sobem mais

Os aumentos mais significativos no etanol ocorreram em Santa Catarina, onde o litro do etanol foi de R$ 2,435 para R$ 2,453 – 0,74% a mais – entre a semana passada e esta, e São Paulo, com reajuste de R$ 1,92 para R$ 1,938 (0,94% a mais).

Esses Estados também foram os que tiveram os maiores aumentos na gasolina, de acordo com o levantamento da ANP: 0,76% no caso paulista e 0,37% no catarinense (a média nacional, como visto, foi de 0,13%).

No caso do diesel, os maiores aumentos foram observados no Mato Grosso (0,74%, para R$2,873) e no Maranhão (0,39%, para R$ 2,586).

A reportagem não conseguiu contato na tarde deste sábado (24) com a Fecombustíveis e a Unica, que representam os postos e os produtores de cana-de-açúcar, respectivamente, e com o Ministério da Fazenda.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite