Programa de Recuperação Fiscal (Refis)

 

Comissão Aprova Proibição de Empresa com Dificuldade para Quitar Dívida ser Excluída do Refis

 

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 2281/15, do deputado Jutahy Junior (PSDB-BA), que proíbe a exclusão do Programa de Recuperação Fiscal (Refis) de empresas adimplentes e de boa-fé que tenham parcelas de pagamento insuficientes para amortizar a dívida.

 

A proposta altera a lei que instituiu o Refis (9.964/00).

 

O texto aprovado veda a exclusão das empresas mesmo quando as parcelas mensais sejam consideradas de pequeno valor, permanecendo como devedores até o total pagamento da dívida.

 

O relator na comissão, deputado Walter Ihoshi (PSD-SP), defendeu a aprovação da matéria. Ele disse que a Receita Federal tem agido em contradição com o acordo legal feito pelas companhias que aderiram ao Refis.

 

Uma norma conjunta da Receita e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional informou Ihoshi, começou a excluir empresas por pagamentos considerados insuficientes para reduzir o débito.

 

“Tal atitude priva da regularidade fiscal, com a União e com o INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], diversas organizações enquadradas nesse programa.”

 

Segundo Ihoshi, a ação da Receita Federal interfere diretamente no planejamento econômico e financeiro das empresas, além de ferir o princípio da legalidade.

 

Tramitação


A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

 

§  PL-2281/2015

 

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite