Movimentação de cargas de contêineres cresce 11% e bate recorde no Porto do Pecém em 2020

Foram transportadas mais de 4,81 milhões de toneladas de carga em contêineres no terminal no ano passado

O transporte de cargas de contêineres no Porto do Pecém cresceu 11% em 2020, um recorde para o terminal, movimentando 228,3 mil unidades, o que representa 377,7 mil TEU´s (unidade de medida relativa à capacidade de carga desses equipamentos). Considerando o peso, a movimentação de cargas conteinerizadas teve crescimento de 5% ante o ano de 2019.

O volume transportado por contêineres foi de 4,81 milhões de toneladas de carga no ano passado, ficando atrás apenas dos granéis sólidos, com 7,7 milhões de toneladas. Os contêineres representam 30% do fluxo de cargas que passam pelo terminal.

Na série histórica, foi a maior movimentação já registrada:  

2016 = 171.067 TEU´s 

2017 = 209.623 TEU´s 

2018 = 267.217 TEU´s 

2019 = 339.742 TEU´s 

2020 = 377.726 TEU´s

“O crescimento no segmento contêiner é animador para todo o nosso time. O ano de 2020 foi muito difícil para o setor portuário no mundo inteiro. E mesmo assim conseguimos movimentar aqui no Pecém a maior quantidade de contêineres já registrada num único ano desde que o porto foi inaugurado em 2002. Um recorde que nos motiva a superar a barreira dos 400 mil TEUs em 2021”, afirma Danilo Serpa, presidente do Complexo do Pecém (CIPP S/A).

Os principais produtos movimentados foram:

Cereais;

Sal;

Enxofre;

Terras e pedras;

Gesso;

Cal;

Cimento;

Frutas;

Alumínio;

Plásticos.

O melhor resultado mensal foi no mês de outubro, registrando 46.002 TEU´s.

Em relação à cabotagem, movimentação realizada entre o Pecém e outros brasileiros, foi registrada a marca de 328 mil TEUs, um crescimento de 7% em relação ao mesmo período de 2019. 

Já o transporte entre o Porto do Pecém e outros portos do mundo teve crescimento de 47%, de 33,8 mil TEUs em 2019 para 49,6 mil TEUs em 2020. 

Em todo o ano de 2020, os embarques de contêineres representaram 2,4 milhões de toneladas, enquanto o desembarque de contêineres foi de 2,3 milhões de toneladas.

Fonte: Diário do Nordeste

Porto do Pecém


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite