Bill Gates diz que caminhões elétricos não são viáveis para longas distâncias

O multi-bilionário fundador da Microsoft, Bill Gates, que vem gastando boa parte de sua fortuna para tentar resolver e minimizar os problemas do mundo, publicou um texto em seu blog, destacando o transporte livre de carbono. Atualmente, zerar a emissão de carbono nos transportes de cargas, passageiros, , aéreo e hidroviário, entre outros modais, é uma dos nortes que tem movido os investimentos de muitas indústrias.

De acordo com a publicação no blog dele, o preço das baterias caiu mais de 85% desde 2010, o que torna os veículos elétricos cada vez mais acessíveis para serem comprados. Também está aumentando a concorrência no segmento, com mais empresas trabalhando para desenvolver veículos movidos exclusivamente com eletricidade.

Apesar dos avanços, Bill Gates diz que a eletricidade, apesar de limpa, é viável para viagens curtas e operações urbanas, como ônibus e caminhões de lixo, por exemplo. Essa falta de viabilidade nas longas distâncias se dá pelo peso das baterias. Quanto mais longe você quer ir com um veículo elétrico, mais baterias você precisa. Quanto mais baterias, mais peso, quanto mais peso, menos distância você consegue cobrir, sendo um ciclo inviável num setor que precisa transportar cargas pesadas.

Para ele, os maiores aliados para redução das emissões de poluentes para o setor de transporte de longas distâncias são os combustível alternativos baratos, como o gás natural, que pode ser obtido de fontes renováveis, como dos dejetos resultantes da criação de animais em grande escala, como suínos e bovinos, e de lavouras.

Além disso, existem biocombustíveis mais limpos atualmente, que podem ser usados nos motores diesel atuais, sem maiores problemas.

Avanços tecnológicos

Apesar de Bill Gates ser um dos maiores gênios do assunto, o avanço em baterias e outros sistemas de propulsão alternativa mostram que ele pode estar errado.

Exemplos disso são os caminhões Tesla Semi e Freightliner eCascadia, ambos totalmente elétricos, e que podem cobrir grandes distâncias transportando a mesma carga que um caminhão convencional a diesel.

A Tesla, por exemplo, anuncia um alcance total de até 500 milhas (800 km) para o modelo Semi, que deve entrar em produção no ano que vem. Com isso, o pesado será sim uma alternativa viável para o transporte de longas distâncias.

Além disso, muitas empresas em todo o mundo tem investido grandes somas de dinheiro em inovação de baterias. Com baterias mais eficientes, veículos elétricos terão menor peso e maior alcance. Um dos maiores avanços atualmente é com as baterias de lítio de estado sólido, que estão sendo desenvolvidas também pela empresa Quantumscape, na qual Bill Gates Investe.

A Quantumscape promete que as baterias sólidas produzidas por ela terão capacidade de até 500 Wh/kg, bem acima dos atuais 300 Wh/kg, com uma densidade de energia até hoje nunca alcançada.

Essas baterias ainda estão em evolução, e são mais caras, mas logo devem ficar mais baratas, devido ao aumento da procura pela tecnologia e também pela constante evolução que os veículos elétricos estão tendo.

Fonte: Blog do Caminhoneiro

Tecnologia


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite