JSL Logística não nega interesse na privatização dos Correios

A JSL Logística (JSLG11) se manifestou por meio de fato relevante, nesta quinta-feira (15), sobre seu possível interesse em participar do processo de privatização dos Correios. A companhia não negou a notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, e acrescentou que “está sempre disposta a avaliar alternativas de mercado que tenham sinergia com seus negócios”.

Segundo o comunicado, a estratégia da JSL consiste em crescer, por meio de aquisições disciplinadas e novos investimentos, “mantendo sua liderança como a maior e mais integrada plataforma de serviços logísticos no Brasil”.

A venda dos Correios ganhou velocidade nas últimas semanas. O Ministério das Comunicações já encaminhou o projeto de lei que trata da privatização à Secretaria de Assuntos Jurídicos do governo.

Embalada

Em paralelo, os imóveis pertencentes aos Correios começarão a ser leiloados nesta semana. A expectativa é de que a privatização ocorre no ano que vem, gerando cerca de R$ 15 bilhões para a União.

A JSL é a única empresa que se manifestou publicamente sobre o assunto. Em meados de setembro, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, listou uma série de companhias que teriam mostrado interesse nos Correios, durante uma live.

Entre as citadas, estavam o Magazine Luiza (MGLU3) e as americanas Amazon, FedEx e DHL.

Nota oficial da empresa

Fonte: Money Times

Privatizações


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite