Linha de crédito do BNDES para pequenas empresas receberá mais recursos do BID

Kátia Abreu foi relatora da autorização de empréstimo – Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O Plenário do Senado autorizou, nesta terça-feira (20), a contratação de empréstimo internacional por parte do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de US$ 750 milhões. Esse valor deve ser utilizado para o financiamento de micro, pequenas e médias empresas por meio do 2º Programa do Convênio de Linha de Crédito Condicional BID–BNDES de Financiamento a Investimentos Produtivos e Sustentáveis. Os recursos virão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A operação terá garantias da União.

Essa autorização de empréstimo foi aprovada sob a forma de um projeto de resolução (PRS 48/2020), que teve origem em uma mensagem (MSF 48/2020).

A relatora da matéria, senadora Kátia Abreu (PP-TO), comemorou a aprovação da matéria, destacando que os recursos se destinam a ajudar pequenas empresas, “que não são queridinhas de ninguém” e têm pouco acesso aos sistemas bancários. Ela reconheceu o valor das grandes empresas, mas apontou a importância da oferta de crédito para micro e pequenos empresários como forma de incentivar a nacional.

— São 7,5 milhões de micro e pequenas empresas, que representam 28 milhões de empregos — afirmou a senadora.

O senador Jorginho Melo (PL-SC) elogiou a iniciativa do empréstimo e ressaltou a importância do setor para a retomada da atividade econômica no país. A senadora Soraya Thronicke (PSL-) também elogiou o projeto e cobrou mais presença dos bancos públicos no financiamento dos pequenos empresários.

Fonte: Agência Senado

BNDES


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite