Fluxo de veículos pesados em rodovias sobe 0,2% em outubro

Índice mostra que fluxo de pesados voltou ao seu nível pré-crise da Covid-19 entre agosto e setembro

O fluxo de veículos pesados nas rodovias pedagiadas do Brasil cresceu 0,2% em outubro, na comparação com setembro, de acordo com o índice ABCR – indicador estruturado pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias. O desempenho parcial do ano, de janeiro a outubro, continua negativo: – 2,6%.

O Índice ABCR é um indicador importante para acompanhar o desempenho do segmento de transporte brasileiro mês a mês e, além disso, captar de forma indireta o desempenho da como um todo, uma vez que o aumento dos deslocamentos nas rodovias sinaliza a elevação da produção e do consumo.  

Segundo a análise da CNT (Confederação Nacional do Transporte), o fluxo de pesados voltou ao seu nível pré-crise da Covid-19 (fevereiro de 2020) entre os meses de agosto e setembro, o que revela um cenário de recuperação. 

Clique aqui para acessar análise da CNT na íntegra

Na avaliação da CNT, o desafio agora é lidar com entraves criados pela Covid-19, como reequilíbrios de caixa nas empresas, superar a ruptura de cadeias de fornecimento e sustentar um crescimento suficiente para repor as perdas da recessão de quase cinco anos atrás.

Fonte: CNT

Movimentação


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite