Gerenciamento de risco torna transporte mais seguro

O gerenciamento de risco que consistia em monitorar e rastrear as cargas tornou-se fornecedor de informações mais eficientes para a operação logística. Veja o que mudou e quais são as tendências

O transporte e a logística foram alguns dos segmentos que mais se reinventaram nas últimas décadas. De um lado, veículos cada vez mais conectados e, de outro, transportadoras provedoras de soluções logísticas mais inteligentes. Com o gerenciamento de risco não foi diferente.

Essa ferramenta saiu do plano tradicional de monitorar e rastrear a carga ou mesmo oferecer informações sobre o caminhoneiro. E se tornou um provedor de segurança logística a fim de amenizar riscos em todos os âmbitos da operação.

Diretor comercial e de marketing da Autotrac, Marcio Toscano explica que está ocorrendo uma transformação digital do mercado de transportes e logística. Os sistemas de rastreamento ganharam uma complexidade muito grande. E, agora, além de atenderem às necessidades de gestão operacional da transportadora passaram a incluir muitas funcionalidades. E essas funções cumprem as exigências de toda a cadeia logística. Tais como os embarcadores que, em larga escala, já exigem o controle da telemetria para garantir suas políticas de saúde, segurança e meio ambiente, o chamado SSMA.

“O gerenciamento de risco saiu do formato tradicional, que consistia em criar um plano, monitorar e rastrear as cargas. E foi para outro patamar, com muito mais tecnologia e eficiência. Hoje, somos fornecedores de informações valiosas para o mercado. O ciclo tornou-se cada vez mais inteligente, online e em tempo real. Com etapas que trazem mais segurança e agilidade para transportadores e embarcadores”, avalia Toscano.

Leia mais no Estradão

Fonte: Estradão

Gerenciamento de Risco


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite