Fetrancesc conhece projeto que gera oportunidades de trabalho a refugiados

Foto: Divulgação 

Refugiados da Venezuela para o Brasil agora têm mais uma chance de entrarem no mercado de trabalho graças ao Projeto Operação Acolhida, que interioriza estes imigrantes. A iniciativa foi apresentada à Fetrancesc nesta quarta-feira, 11 de março, durante visita da comitiva idealizadora da ação.

O Projeto do Exército Brasileiro é uma operação de coordenação e cooperação em que a Força-Tarefa Logística Humanitária e agências civis estão envolvidas na inserção socioeconômica desses imigrantes no País. Também busca parcerias no ramo empresarial que necessitem de mão de obra e que possam ajudar nesta inserção.

Dessa forma, a Fetrancesc foi convidada a contribuir para desenvolver o projeto em Santa Catarina, ajudando os refugiados por meio de serviços disponibilizados nas empresas do setor, assim como a Sider, Cia Verde e Transpanorama, já parceiras em seus respectivos Estados.

“É fundamental ajudar nessa causa e acredito que seja viável, sobretudo ao considerar as expectativas econômicas para 2020, em que poderá faltar mão de obra”, afirmou o gerente executivo da Fetrancesc, Alan Zimmermann, ao sinalizar que a proposta de parceria será analisada pela diretoria da Federação.

Também participaram do encontro o coordenador de vagas sinalizadas, coronel Wong, a coordenadora do Projeto Swan – Adra, Tania Mara Cendofanti Fritoli, e o assistente de projeto da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Raphael Corrêa.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite