NTC&Logística apresenta demandas ao senador Wellington Fagundes

Waldemir Barreto/Agência Senado

Parlamentar mostrou todo o apoio ao setor neste momento de crise

Reunidos com o senador Wellington Fagundes, que coordena a FRENLOGI – Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura do Congresso Nacional e o presidente da &Logística, Francisco Pelucio, diretor jurídico, Marcos Aurélio Ribeiro, diretora executiva, Edmara Claudino, diretor financeiro, Marcelo Rodrigues e a assessora jurídica, Gildete Menezes que expuseram a situação difícil que vem sendo enfrentada pelo transporte de cargas, em virtude da pandemia do coronavírus e solicitaram ajuda do parlamentar e a atuação da FRENLOGI para contribuir com solução das diversas demandas das empresas do setor neste momento difícil.

Acompanhado de toda sua equipe técnica e assessoria, Fagundes recebeu do Presidente da entidade e de sua equipe, um panorama detalhado da situação que os empresários do setor estão passando, para continuar abastecendo o Brasil.

O encontro aconteceu via conferência e reuniu também, o deputado federal Edinho Bez, representantes da equipe do IBL (Instituto Brasil Logística) e da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (FRENLOGI) que relataram o trabalho que está sendo desenvolvido e mostraram todo apoio às demandas apresentadas pela NTC.

Na oportunidade, Pelucio comentou sobre o trabalho da entidade em acompanhar diariamente o impacto do volume de cargas frente à crise, “o DECOPE (departamento de custos operacionais da NTC) está monitorando de perto o impacto causado no setor e já registramos queda geral de 23,9%, número que preocupa, principalmente quando vemos alguns setores, como o de embalagens que está com mais da metade da sua produção parada, o que demonstra que a indústria já está sentindo essa perda e atinge diretamente o transporte”.

Demandas

Marcos Aurélio, da diretoria jurídica da entidade apresentou diversas dificuldades que as empresas estão passando, dentre elas, preocupação com a manutenção dos empregos e a dificuldade de pagamento da folha de salários em razão da severa queda no faturamento; com os e contribuições  pela dificuldade de serem mantidos em dia, devido a baixa do volume de cargas transportadas que já impacta economicamente as empresas; o corte de recursos do SEST SENAT uma vez que a instituição contribui e muito com o suporte aos motoristas que trafegam pelo país e neste momento se torna ainda mais importante os serviços oferecidos pelo sistema; a necessidade de prorrogação das convenções coletivas e o desencontro de informações entre os agentes financeiros com o BNDES, onde as empresas não conseguem obter os recursos anunciados pelo governo para adquirir créditos e negociar dívidas , dentre muitas outras necessidades.

O senador Wellington Fagundes disse “estamos olhando atentamente para o setor, uma vez que sabemos da sua importância neste momento de crise, queremos contribuir e por isso reuniões com relatos como esses se fazem importantes para termos informações confiáveis e que nos ajudam a buscar soluções, tendo em vista o trabalho sério e relevante que a NTC desenvolve”, na ocasião também ressaltou a importância dos cuidados e disse que irá contribuir, levando as demandas do transporte de cargas para o senado. “Esse é um momento que devemos ter total equilíbrio, união, humanismo, com o foco em salvar vidas mantendo os cuidados orientados pelos órgãos de saúde e também é a oportunidade de aprender sobre a valorização do setor, por isso vamos atuar em conjunto para isso”, ressaltou.

Segundo o deputado federal, Edinho Bez, “é necessário que essas demandas do transporte de cargas cheguem até os responsáveis, para que sejam solucionadas o quanto antes, anotei todas as informações e estarei juntamente com o senador contribuindo para o que for possível, me coloco à disposição da NTC.”

“As empresas de transporte de cargas e logística estão contribuindo com o Brasil, como sempre fizeram e a ajuda do Senador, representando o setor é muito importante, por isso eu e diretoria da NTC agradecemos e vamos trabalhar juntos para que possamos passar por essa crise e manter nossas empresas em pé, contribuindo com o abastecimento e o progresso desse país”, destacou Francisco Pelucio.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite