Crise econômica provocada por pandemia faz confiança do comércio ter 2ª maior queda em abril

Foto: Reprodução 

A crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus afetou o otimismo dos empresários do em abril. O resultado pôde ser observado no indicador calculado pela CNC, Confederação Nacional do de Bens, Seviços e Turismo, e divulgado nesta quarta-feira.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio caiu 5,3% na passagem de março para abril. Essa foi a segunda retração consecutiva e a maior queda percentual desde abril de 2015. Em relação a abril do ano passado, o recuo foi de 3,6%.

Apesar dos comerciantes estarem menos otimistas, a confiança segue acima dos 100 pontos em todas as regiões, como explica a economista da CNC, Izis Ferreira. Ainda segundo a economista, o resultado só não foi pior por causa das vendas digitais.

Os dados divulgados pela CNC mostram que, na comparação com março deste ano, houve quedas de 5,1% na confiança em relação ao momento atual, de 6,3% nas expectativas e de 3,2% nas intenções de investimentos.

Já na comparação com abril de 2019, foram observadas quedas de 1,1% na confiança em relação às condições atuais e de 7,5% em relação às expectativas. As intenções de investimento mantiveram-se estáveis.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite