Campos Neto diz que retomada econômica do país teve início em formato ‘V’

o-economista-roberto-campos-neto-indicado-para-assumir-a-presidencia-do-banco-central-em-substituicao-a-ilan-goldfajn-e-sabatinado-na-comissao-de-assuntos-economicos-cae-do-senado-1551192155011_v2_450x337.jpg

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que o início da retomada econômica do país diante da pandemia de coronavírus teve formato em “V” — ou seja, caracterizada por rápida recuperação.

Em uma live organizada pelo Valor Econômico e transmitida no Facebook, o economista também citou que o crescimento do crédito será fundamental para ditar o cenário financeiro do Brasil nos próximos meses.

“Primeiro a gente teve uma queda muito abrupta e rápida. Quando a gente analisa isso, você tem obviamente uma tendência do primeiro movimento de volta ser mais rápido também”, iniciou Campos Neto.

“Mas uma das coisas que está determinando se o ângulo do ‘V’ é mais inclinado ou suave é o crescimento de crédito. Voltar a ter o canal de crédito funcionando parece ser muito importante. Temos feito grande esforço para isso”, continuou.

Ele considerou, ainda, que a projeção de queda no PIB de 6,4% em 2020 é pessimista, uma vez que a assimetria, segundo ele, “é para melhor”.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite