Núcleo da COMJOVEM de Chapecó completa um ano de progressivas ações ao TRC regional

Fonte: SITRAN
COMJOVEM

A Comissão de Jovens Empresários e Executivos da &Logística (COMJOVEM), comemorou na última quinta-feira, 14 de maio, o seu primeiro ano de atividades em Chapecó. Desde sua fundação, em 14 de maio de 2019, a Comjovem vem cumprindo uma progressiva agenda de iniciativas de apoio e formação de empreendedores. A missão é preparar futuros sucessores familiares em empresas do setor e formar lideranças sindicais na área. Em atendimento a seus princípios e cumprimento de suas atribuições, durante estes 12 meses a comissão executou uma série de ações de caráter empresarial e social.

A Comjovem Chapecó foi criada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Chapecó (Sitran), por sugestão de Ivalberto Tozzo. O empresário lembra que ainda em 2018, em plena organização da Fetranslog, tratava informalmente com o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, sobre sua preocupação em formar sucessores, tanto para dar prosseguimento ao de instituições, como das empresas.

Na época, Tozzo propunha criação do Sitran Jovem para preparar sucessores aos desafios institucionais e empresariais. No entanto, diante da existência da Comjovem nacional, lembrada por Rabaiolli, ficou encaminhado a formação do núcleo de Chapecó, consolidado em 14 de maio de 2019. Neste período, o núcleo formou sólida base exercendo, com notáveis resultados, suas atribuições junto ao empresariado. Paralelo cumpre destacado papel executando ações sociais de relevância.

Despertar

A coordenadora da Comjovem Chapecó, Patricia Costella, destaca que o projeto “é de elevada importância para a região “que concentra muitas empresas do TRC Nacional e Internacional”. Reforça que a comissão tem como objetivo “o network entre os jovens empresários do ramo de TRC”, bem como a capacitação “através da realização de reuniões, fóruns, workshops e visitas técnicas”. Além disso, aponta que o grupo cumpre trabalhos sociais “em benefício de várias instituições carentes”.

Para a coordenadora, a criação da Comjovem para Chapecó e região tem se destacado muito, “para despertar a liderança nos jovens empresários do setor”. Revela ter “muito orgulho de fazer parte desta história”, ao parabenizar o núcleo e todos os envolvidos pela comemoração do primeiro aniversário da comissão.

Acima do esperado

Na condição de padrinho da Comjovem Chapecó, Ivalberto Tozzo, diz que sempre manteve evidenciada a preocupação e necessidade do envolvimento do jovem empresário e executivo em instituições organizacionais, além de estarem intimamente vinculados à própria empresa. Para que o empreendimento seja duradouro, permanente, “não podemos nos dissociar deste princípio”. Celebra o exemplar cumprimento dos objetivos da Comjovem ajudando a formar sucessores tanto na empresa, quanto nas entidades.

Ao dividir méritos com todos os envolvidos no projeto, Ivalberto relata que previa o sucesso da Comjovem. Porém, surpreendentemente, “o resultado está muito acima do imaginado”. O empresário “não tem nenhuma dúvida” que, em breve, o núcleo local “figurará entre os melhores e mais eficientes do país”. Para ele “o futuro é promissor e a expectativa é muito grande neste sentido”. Tem como suporte à afirmação “o envolvimento, entusiasmo e dedicação” dos jovens empreendedores. Engrandecido por ter sido um dos fundadores, Tozzo antecipa que é intenção elevar a representatividade da Comjovem, incluindo líderes do núcleo na diretoria do Sitran.

Caminho certo

Também padrinho da comissão, o empresário Lodovino Costella, menciona que os jovens “têm disposição para fazer, visão e capacidade para executar”, predicados que tem o incentivo da Comjovem. Para empreendedores e pais, em muitos casos “essa vontade é muito importante porque nos dá confiança de que as atividades podem ser desenvolvidas dentro dos padrões recomendáveis”.

Assegura que esta formação dos jovens permite ao líder empresarial “tirar o pé do acelerador” porque “eles estão preparados para dar continuidade aos negócios, assumindo funções diretivas tanto nas empresas como nas organizações defensoras do setor”. O trabalho participativo e compartilhado da Comjovem “é de grande relevância”, disse. Costella sugere ao empresariado que continue dando todo apoio necessário “porque este é o caminho certo do nosso futuro”.

Evolução

O presidente do Sitran, Deneraci Perin, não economiza nos elogios à Comjovem Chapecó. Analisa que a atuação “é perfeita com extraordinários efeitos ao setor”. Relembra que o sindicato apostou “por ter conhecimento da capacidade empreendedora dos jovens e executivos de Chapecó e região”. Neste primeiro ano de atividades da comissão “é possível identificar os melhores resultados das ações colocadas em prática”. O dirigente crê que o saldo contabilizado “assegura vida longa ao núcleo”, com crescente evolução do profícuo trabalho que vem sendo desempenhado.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite