Conferentes anunciam paralisação

Conferentes de carga, descarga e capatazia entrarão em greve por tempo indeterminado, a partir de quinta (22), em protesto, segundo o sindicato da categoria, à decisão de terminais do Porto de Santos de não utilizar mão de obra avulsa e não contratar profissionais da área.
 
De acordo com o presidente do Sindicato dos Conferentes de Carga, Descarga e Capatazia do Porto de Santos, Marco Antônio Sanches, com o fim da vigência de acordos coletivos de trabalho, ADM do Brasil, Teag e Companhia de Armazéns Gerais “resolveram unilateralmente, desde 1º de março, não requisitar mais nossa mão de obra. Não restou outra alternativa a não ser a greve”. 

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite