FETRANSLOG: movimentação financeira se aproxima de R$ 1 bilhão

Quase R$ 1 bilhão foram movimentados em três dias da Fetranslog, condição que contribuiu para o sucesso do evento e consolidar esta como a maior feira do Transporte de Carga (TRC) e Logística do Sul do Brasil.Quase R$ 1 bilhão foram movimentados em três dias da Fetranslog, condição que contribuiu para o sucesso do evento e consolidar esta como a maior feira do Transporte de Carga (TRC) e Logística do Sul do Brasil.

 

fetranslog 1

Em dois dias, Fetranslog movimenta mais de R$ 500 milhões em negócios

“Tivemos as nossas expectativas superadas e, com isso, a Fetranslog foi definitivamente inclusa no calendário brasileiro de feiras do gênero”, disse o coordenador geral da Comissão Organizadora da feira, Ivalberto Tozzo.

Para o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, “o resultado da feira é resumido em satisfação”. Ele fez um balanço do evento e afirmou que superou a marca de números e valores financeiros. “Não hesito em afirmar que comprovamos, mais uma vez, a força do transporte de cargas. Somos uma potência e eu tenho mais certeza da nossa participação em fazer da mais competitiva”, acrescentou.

O presidente do Sitran e da Comissão Organizadora da Fetranslog, Deneraci Perin, foi além. O sucesso da feira é resultado da credibilidade que a comissão tem. “O grupo foi montado para que nós organizássemos uma feira com o foco no desenvolvimento do setor. E foi isso que a gente conseguiu. Prova é o sucesso que tivemos”, comentou, entusiasmado.

Perin reforçou, ainda, que a Fetranslog não visou lucros para o sindicato e a própria comissão. Do total, apenas 25% foi destinado ao Sitran, que usou o valor para prospectar o evento.

Fetranscesc na Fetranslog – O estande da Fetrancesc na feira divulgou o Programa Despoluir em Santa Catarina. Também apresentou as ações da entidade em prol do Transporte Rodoviário de Cargas no Estado.

 

FB Fetranslog

A participação da federação do TRC/SC também foi marcada pela palestra “Marco Regulatório”, do presidente Ari Rabaiolli. Além disso, houve a entrega do 1º Prêmio Catarinense Despoluir – Empresa Amiga do Meio Ambiente.

A Transpocred também participou da Fetranslog com um estande, que superou os R$ 32 milhões em análise de crédito. A única cooperativa do segmento no Brasil, com atuação em todo o Sul do País, também teve participação expressiva nas palestras: no primeiro dia foi a vez da “Pavimentando um caminho de excelência”, com Marcos Vernei Schuster; já no terceiro dia foi “Economia Colaborativa”, com Willian de Oliveira; além de Rabaiolli, que também presidente da entidade financeira e do Conselho Regional do SEST SENAT/SC.

Outra participação marcante foi do SEST SENAT, representado pela Unidade Chapecó, que apresentou os serviços oferecidos aos trabalhadores em transporte e seus familiares. A Van do Programa de Prevenção de Acidentes e o Simulador de Direção foram algumas das atrações do estande.

Contraste de épocas – A Fetranslog mostrou duas realidades do TRC: uma vivida no passado, com o Museu do Caminhão “Lourival Fiedler”, e outra contemporânea, com o que há de mais moderno em termos de veículos, orientações e suprimentos.

Foco no crescimento – O coordenador geral, Ivalberto Tozzo, destacou o “gigante polo econômico sustentado pelo setor do TRC”, responsável pelo transporte de 100% da produção primária e industrializada. O crescimento diário da frota “encanta montadoras de caminhões e fabricantes de implementos rodoviários”. Para dar a expressão merecida à feira, foi adotada postura estratégica convergindo à eficiência, para criar estímulo à capacidade empreendera do TRC. Uma atitude voluntariosa, incomum e de alto espírito social efetivada durante a abertura, foi a doação de um caminhão 0K ao Corpo de Bombeiros de Chapecó. A compra foi possível pela formação de um pool de empresas do transporte. A iniciativa mereceu integral e absolto reconhecimento.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite