Infraestrutura precisa de planejamento em logística, diz secretário do PPI

O secretário especial da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), Adalberto Santos de Vasconcelos, disse nesta terça-feira (28) que a qualidade dos projetos de infraestrutura carece de estratégias no setor de transportes.

“Ainda não temos um planejamento consolidado na área de logística e isso tem tudo a ver com a qualidade dos projetos”, afirmou durante o EXAME Fórum PPPs e Concessões, em São Paulo.

Vasconcelos afirmou, também, que é preciso incorporar questões ambientais aos projetos para atrair investidores sensíveis à questão. A área ambiental é uma das novas funções do PPI no atual governo.

Novas atribuições do PPI

Criado em 2016 sob o governo de Michel Temer, o PPI surgiu para tentar fortalecer parcerias entre o estado e a iniciativa privada na área de infraestrutura.

O programa, que entregou 147 projetos ao longo de 36 meses, passou a coordenar, na transição de governo, projetos de desestatização também em estados e municípios.

Qualidade dos projetos

Outro desafio para melhorar a qualidade dos projetos é a necessidade de encarar os contratos das Parcerias Público Privadas como serviços, não apenas obras.

“Para ter bons contratos é preciso pensar no regulador. As agências não têm tempo de fiscalizar mais nada porque os projetos estão mal construídos”, disse o secretário.

Segundo ele, boa parte dos estados e municípios ainda não consegue fazer PPIs por falta de preparo e pessoal habilitado.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite