Guedes faz balanço de medidas econômicas contra coronavírus; investimento é de R$ 750 bilhões

WhatsApp Image 2020-04-01 at 09.30.20.jpeg

Foto: Marcelo Moura/Época

Para combater o coronavírus em todo o Brasil, o governo federal vai investir R$ 750 bilhões. Serão adiados pagamentos de , antecipados benefícios para aposentados, pensionistas, e pessoas incluídas no Bolsa Família. Ainda serão pagos auxílios emergenciais para os 38 milhões de trabalhadores informais do país.

Além disso, haverá recursos para estados e municípios. Esses valores que serão investidos correspondem a 2,6% de todo o PIB – Produto Interno Bruto – do Brasil, segundo o ministro da , Paulo Guedes. Ele fez esse balanço das medidas econômicas de combate a Covid-19, em coletiva no Palácio do Planalto, nessa terça-feira,

Guedes lembrou que dos mais de R$ 700 bilhões que serão investidos durante a pandemia, entre R$ 60 e R$ 80 bilhões irão para assistência dos brasileiros que perderam renda, por meio do auxílio emergencial que será pago durante, pelo menos, três meses.

Também participaram da coletiva do balanço do coronavírus os ministros da Casa Civil, Walter Braga Neto, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Justiça, Sérgio Moro.

O ex-juiz garantiu que ainda não existe nenhum infectado pelo novo coronavírus no sistema penitenciário do Brasil. Ainda falou da recomendação do CNJ para soltar presos durante a epidemia. Isso já ocorreu com Eduardo Cunha e o médium João de Deus. Moro espera que essas decisões sejam bem pensadas, para não prejudicar a população.

Moro acrescentou que Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal estão à disposição do Ministério da Saúde no combate ao coronavírus. Lembrando que, na segunda-feira, já foi publicada no Diário Oficial da União autorização para que a Força Nacional de Segurança Pública participe de ações de combate à pandemia.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite