SC-108: FETRANCESC pede apoio para impasse em gargalo

O presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, visitou o secretário adjunto da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Pedro Stonoga, na manhã de sexta-feira, 8 de março, para pedir apoio em obras de melhorias na SC 108, em Guaramirim. A problemática da rodovia, um dos gargalos daquelas que estão sob jurisdição do Estado, foi agravada em virtude de um desmoronamento de terra em fevereiro. “É preciso resolver e a gente é consciente disso. O que nos falta é o recurso”, explicou de imediato Stonoga.

Ele afirmou que o Governo já está trabalhando pela conquista do dinheiro necessário para este investimento, porém sem previsão para que isso ocorra. As tratativas, segundo o secretário adjunto, estão sendo feitas por intermédio do Ministério de Integração Nacional, como recursos emergenciais.

 

 

Segundo o secretário adjunto, esta é a prioridade das prioridades em termos de infraestrutura de rodovias estaduais. No entanto, “eu não quero ser leviano em prever início de obras neste momento”.

Rabaiolli aproveitou para defender a cobrança por quilômetro rodado, alternativa que considera uma das soluções para parte dos gargalos. “Um caminhão parado tem custo fixo de R$ 100/hora. Sendo assim, sem os gargalos teríamos maior produtividade”, reforçou o líder do Transporte de Cargas de Santa Catarina. “Se o pedágio for justo, ele compõe o todo e o cenário fica bom pra todos, a exemplo da BR-101 Norte, que funciona bem”, completou Stonoga.

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite