Vice-Presidente Executivo do SINDIPESA visita Geraldo Vianna, Presidente da FuMTran

2552_a.jpg

No último dia 11 de dezembro, o Vice-Presidente Executivo do SINDIPESA, Dasio de Souza e Silva Junior, visitou o Presidente da Fundação Memória do Transporte (FuMTran), Dr. Geraldo Vianna. Perguntado sobre o encontro, Dasio declarou que uma hora com Vianna vale por um mês de aula da história do transporte de cargas no Brasil.

Fundada em 7 de março de 1996, pela Resolução Normativa nº 19/96, da Confederação Nacional do Transporte – CNT, a FuMTran visa tornar perene o legado de conquistas daqueles que ajudaram a construir os alicerces de um dos setores fundamentais para esse país, o de transportes. Preservar a memória é imortalizar feitos e passar para as futuras gerações os valores da cultura e da história.

Dentre seus objetivos estão organizar, preservar e tornar acessíveis os registros históricos da atividade dos transportes e, ainda, contribuir para a manutenção do patrimônio histórico-cultural do Brasil por meio da conservação da memória e da cultura do transporte brasileiro em todos os modais – rodoviário, , e – , seja de carga ou de passageiros, tornando-os acessíveis à população.

Geraldo Vianna

Com vasta experiência e liderança no transporte brasileiro, Geraldo Aguiar de Brito Vianna atua no setor desde 1970, tendo sido advogado, diretor e sócio de diversas empresas e dirigente de outras entidades representativas.

Foi também Subsecretário de Estado dos Transportes do Rio de Janeiro, ministro suplente do Tribunal Superior do Trabalho (ao tempo da representação classista) e membro do Conselho Nacional de Seguridade Social, da Comissão Tripartite de Saúde e Segurança no Trabalho, do Conselho Consultivo da Artesp, do Conselho do Sesi-SP, entre outras representações em órgãos colegiados.

Elaborou os estudos e textos que deram origem aos principais diplomas legais referentes ao Transporte Rodoviário de Cargas em nosso país: Leis 6.813/80, 8.706/93 – que criou o SEST/SENAT, 11.442/07, 12.619/12, 13.103/15, além do Decreto 89.874/84 e das Resoluções da ANTT – Agência Nacional dos Transportes Terrestres que resultaram na implantação do RNTRC – Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Carga, em suas várias versões.

Participou, como palestrante, em centenas de , no Brasil e no Exterior.

É autor de artigos sobre transporte e logística publicados em revistas especializadas, na grande imprensa e na mídia digital, bem como do livro “O mito do rodoviarismo brasileiro” (2007).

Fonte:


Desenvolvido por Controle Online - Desenvolvimento de aplicativos

Hospedado por Go Infinite