Petróleo tem alta após tombo na semana passada, mas demanda fraca limita ganhos

Fonte: Portos e Navios
Combustível

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os contratos futuros do petróleo subiam nesta segunda-feira (23), recuperando-se de parte das perdas após uma queda de quase 8% na sessão anterior, embora uma perspectiva de demanda mais fraca e incertezas sobre o crescimento econômico global continuem limitando os ganhos.


O petróleo Brent subia 0,99 dólar, ou 1,68%, a US$ 59,79 por barril, às 9h37 (horário de Brasília).


O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,43 dólar, ou 0,85%, a US$ 50,85 por barril.
 
Os ganhos compensaram parcialmente as vendas generalizadas de sexta-feira, quando o preço do barril caiu para o menor nível em mais de um ano, registrando a sétima perda semanal consecutiva.


"É difícil dizer se 60 dólares por barril são o novo normal, já que parece não haver um 'normal' no momento", disse Jack Allardyce, analista de petróleo e gás da Cantor Fitzgerald.


"A fraqueza recente parece dramática, dada a falta de catalisadores reais --parece ter sido impulsionada por um sentido iminente mais amplo de 'desastre' em meio a ações fracas, questões geopolíticas, uma subsequente queda da demanda e aumento da oferta", disse ele.


A Agência Internacional de Energia prevê que a demanda global por petróleo chegue a 100 milhões de barris por ano em 2019, crescendo a uma taxa de 1,4 milhão de barris por dia, mas abaixo de sua avaliação inicial em junho, de 1,5 milhão de bpd.

Mais Lidas

Siga no Instagram

São Paulo

Rua da Gávea, 1390 - Vila Maria
CEP - 02121-020 - São Paulo/SP
Fone - (11)2632-1500

Brasília

SAS – Quadra 1 – Lotes 3/4
Bloco “J” – 7º andar – Torre “A” Edifício CNT
CEP: 70070-010 - Brasília/DF
Fone - (61)3322-3133