Governo ajusta detalhes finais na ferrovia Norte-Sul

Fonte: DM I
Infraestrutura

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

2468_int.jpg
O vice-governador Lincoln Tejota e o secretário de Indústria e Comércio Wilder Moraes reuniram-se nesta quinta-feira, 21/11, com o presidente da Rumo Logística Malha Norte-Sul, Júlio Fontana, e diretores da empresa, concessionária da ferrovia. Em pauta, ajustes dos detalhes finais da conclusão da Ferrovia Norte Sul (FNS) e a entrada em operação do primeiro trecho.

Conforme o vice-governador Lincoln Tejota, em breve será demonstrado ao governador Ronaldo Caiado os detalhes do Programa de Desenvolvimento do Entorno da Ferrovia Norte-Sul, contemplando fomento a novas atividades do agronegócio, capazes de mudar a geografia econômica das regiões norte/nordeste de Goiás.

No caso da Rumo, os investimentos da companhia são estimados em R$ 2,72 bilhões. Segundo apresentação da empresa, o trecho Central ligando Anápolis a Porto Nacional (TO), está com construção finalizada, atualmente em diligência para averiguar o estado de conservação do leito ferroviário; e deve entrar em operação, no sentido Porto de São Luís, no ano que vem. O trecho Sul, de Rio Verde a Estrela D´Oeste (SP), está em obras e deverá ser entregue no começo de 2021.

Os diretores demonstraram ainda a capacidade do grupo em operar a logística que integra os trechos da FNS também ao Porto de Santos e ainda com o Norte do país, no transporte de volumetria (grãos, açúcar, bauxita, fertilizantes e biocombustíveis) como também bens de consumo, inclusive em containers refrigerados, tanto saindo de Goiás como no retorno das viagens.

“Estamos prontos para receber o grupo e acompanhar o cronograma de operações. O Estado que nossa população quer está ligado à conclusão desses projetos”, assegurou Tejota. O vice-governador lembrou que Goiás tem potencial para avançar no comércio exterior, especialmente atendendo às necessidades dos países asiáticos. “Esses países precisam de nossos insumos. Goiás, com a criação dessa nova plataforma de transporte ferroviário abre um novo leque de desenvolvimento” afirmou ele.

O secretário de Indústria e Comércio Wilder Morais, além de discutir cronograma das obras e início das operações, avançou-se também na sinergia tanto do governo como da empresa, no trabalho de captação e divulgação de negócios e oportunidades para a ferrovia. “O governo vai dar todas as condições para o início das operações. Vários empresários anteciparam investimentos e muitos outros aguardam a proximidade do funcionamento da ferrovia para abrir novas frentes de desenvolvimento”, informou.

São Paulo

Rua da Gávea, 1390 - Vila Maria
CEP - 02121-020 - São Paulo/SP
Fone - (11)2632-1500

Brasília

SAS – Quadra 1 – Lotes 3/4
Bloco “J” – 7º andar – Torre “A” Edifício CNT
CEP: 70070-010 - Brasília/DF
Fone - (61)3322-3133