Flat Preloader Icon
CIT apresenta moção em apoio a MP 1.153/2022 na conferência geral em Nova Iorque 

CIT apresenta moção em apoio a MP 1.153/2022 na conferência geral em Nova Iorque 

Em reunião realizada no último dia 20/04/2023, em Nova Iorque, na sede da ONU – Organização das Nações Unidas, a Câmara Internacional da Indústria de Transportes – CIT, com a presença de 19 países membros, foi aprovada moção de apoio à aprovação e conversão em lei pelo Congresso Nacional do Brasil de norma estabelecendo a contratação de seguro para cobertura da responsabilidade por danos à carga, durante a operação de transporte, com exclusividade ao transportador.

Confira aqui a íntegra do documento

Participe da quarta edição do Seminário Itinerante 2024, em Fortaleza

Participe da quarta edição do Seminário Itinerante 2024, em Fortaleza

A quarta edição de 2024 do Seminário Itinerante será recepcionada pela FETRANSLOG-NE – Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste, pelo SETCARCE – Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do Ceará e pelo Núcleo da COMJOVEM Nordeste, em Fortaleza, no dia 23 de agosto, às 13h30.

O Seminário Itinerante nasceu, há 20 anos, com o objetivo de levar a NTC&Logística para vários pontos do país, promovendo a capacitação técnica e oportunidades de negócios aos empresários e executivos do setor de Transporte de Cargas e Logística.

A programação é composta de temas relevantes e que impactam diretamente as atividades das empresas. A organização do evento conta com o apoio da COMJOVEM.

Cumprindo a missão da NTC&Logística de estar junto ao transportador de cargas, de Norte a Sul do país, o Seminário foi realizado em diversos estados ao longo dos últimos 20 anos.

O evento será realizado presencialmente, na sede do SETCARCE (BR-116 – Km 8 – No 3151 – Messejana – Fortaleza – CE), aberto a todos os empresários da região, que contribuem para um TRC cada vez mais forte.

Programação Preliminar

13h30 às 14h – Credenciamento

14h às 14h20 – Abertura
· Eduardo F. Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística
· José Arlan S. Rodrigues – Presidente da FETRANSLOG-NE
· Marcelo Maranhão – Presidente do SETCARCE
· André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM
· Hudson Rabelo – Vice-Coordenador Nacional da COMJOVEM
· Leonardo Barreira Maranhão – Coordenador do Núcleo da COMJOVEM do Nordeste

14h20 às 14h30 – Momento Parceiros da NTC
· MERCEDES-BENZ
· FENATRAN
· FUMTRAN

14h30 às 14h50 – Apresentação da NTC/COMJOVEM
· Palestrante: André de Simone – Vice-Presidente Extraordinário para Assuntos dos Jovens Empresários da NTC&Logística e Coordenador Nacional da COMJOVEM

14h50 às 15h50 – Palestra Técnica – Tema: Alteração do biodiesel e impactos negativos na manutenção das frotas
· Palestrante: Glauber Brasileiro

15h50 às 16h10 – Momento Parceiros da NTC
· AUTOTRAC
· SISTEMA TRANSPORTE

16h10 às 17h – Palestra: Dificuldades na contratação de mão de obra qualificada
· Palestrante: Sistema Transporte

17h às 18h – Palestra a confirmar

18h – Encerramento

O evento é uma realização da NTC&Logística; das entidades anfitriãs, FETRANSLOG-NE e SETCARCE; do Núcleo da COMJOVEM Nordeste e dos Sindicatos filiados.

Patrocínio: Autotrac, Fenatran e Mercedes-Benz.

Apoio Institucional: Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL) e FuMTran.

Apoio Logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição, clicando aqui.

Adeus burocracia: ferramenta Venda Digital facilita transferência de veículos em todo o Brasil

Adeus burocracia: ferramenta Venda Digital facilita transferência de veículos em todo o Brasil

Funcionalidade criada pela Secretaria Nacional de Trânsito ultrapassa a marca de 817 mil transações

Papel é cada vez mais coisa do passado, e a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) sabe disso. Tanto que quem tem a Carteira Digital de Trânsito (CDT) pode comprar e vender um veículo usando a funcionalidade Venda Digital, disponível no aplicativo.

A ferramenta facilita e agiliza a vida do motorista, que pode fazer a transferência de forma eletrônica, sem precisar ir até um cartório para reconhecer firma.

O sucesso é tanto que já são 817.598 transações em praticamente todo o país.

O secretário Nacional de Trânsito, Adrualdo Catão, explica que o Venda Digital é um avanço significativo na modernização dos serviços de trânsito no Brasil. “A Senatran está apressando o passo da digitalização para, junto com os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans), proporcionar ao cidadão um atendimento mais rápido e eficiente. A agenda da desburocratização e da simplificação é prioritária”, detalha.

Só faltam 5

A popularidade do Venda Digital entre os brasileiros só cresce e, atualmente, somente cinco estados ainda não aderiram à ferramenta. São eles: Amapá, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão e Paraíba.

Como usar o Venda Digital?

Para realizar a transferência de um veículo, tanto comprador quanto vendedor devem baixar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), criar uma conta e confirmar a identidade.

Após a instalação, o vendedor inicia a transferência via aplicativo, fornecendo detalhes do veículo e o CPF do comprador, que será notificado sobre a transação. A segurança é garantida por uma assinatura eletrônica.

Com a confirmação de ambas as partes, o aplicativo envia os dados para a Senatran, que processa a transferência e atualiza o registro do veículo em tempo real. Assim, você acompanha todo o processo com rapidez e transparência.

Vale lembrar que, para usar o benefício, o documento do veículo precisa ter sido emitido a partir de 4 de janeiro de 2021, quando o antigo Documento Único de Transferência (DUT) foi substituído pela versão digital (ATPV-e).

Investimento bilionário fará portos de Santa Catarina aumentarem sua capacidade

Investimento bilionário fará portos de Santa Catarina aumentarem sua capacidade

Perspectiva alerta para urgência de obras públicas

Os portos de Santa Catarina vão superar a capacidade de movimentação de contêineres do maior complexo portuário do Brasil, em Santos (SP), em cerca de três anos. A estimativa foi apresentada pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) em uma reunião na Federação das Indústrias de SC (Fiesc), na última segunda-feira (22).

O salto se deve especialmente aos investimentos bilionários previstos pelos dois maiores terminais privados do Estado, Portonave, em Navegantes, e Porto Itapoá, que vão ultrapassar a capacidade anual de 5,3 milhões de TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés) em Santos. Os dois terminais investirão, juntos, mais de R$ 3 bilhões em Santa Catarina.

O gerente regional substituto da Antaq, Lucas Sampaio Ataliba, avalia que, com a maturação da operação do Porto de Itajaí após a nova concessão, que deve ter o edital lançado ainda este ano, em cinco anos a capacidade de movimentação de contêineres por portos catarinenses deve chegar a 6,5 milhões de TEUs por ano.

A perspectiva é positiva, mas traz alertas importantes sobre a necessidade de preparar o Estado para alcançar a capacidade prevista. Um dos principais entraves é o transporte das cargas, que enfrenta problemas crônicos.

– A infraestrutura rodoviária em SC já é um gargalo, e o aumento no volume de cargas vai piorar a situação, que já é crítica nos acessos aos portos. A iniciativa privada foi forçada pelo mercado a fazer investimentos para atender à demanda, mas o setor público precisa acompanhar – alertou Ataliba.

A avaliação foi seguida pelo presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar:

– Santa Catarina precisa pensar em alternativas para a BR 101. A rodovia está chegando ao seu limite e, em alguns trechos, já funciona como uma via urbana. Além da expectativa de aumento do tráfego de caminhões para atender à demanda do comércio exterior, temos de levar em conta o crescimento populacional e do turismo no nosso litoral, que pressionam o principal corredor logístico catarinense.

Na Portonave, por exemplo, que é acessada pela BR-470 e BR-101, são em média 2,1 mil caminhões por dia – com picos de três mil caminhões em 24 horas. O número aumentou 6% em relação ao ano passado.

Outra preocupação são os acessos aquaviários e a estrutura retroportuária, onde os contêineres permanecem antes ou depois de serem embarcados. A oferta atual de serviços preocupa e limita a competitividade dos portos catarinenses. De acordo com a Antaq, a capacidade estática estimada dos depósitos em SC para armazenagem de contêineres vazios, por exemplo, não supera 100 mil TEUs/mês, num mercado de mais de 200 mil TEUs/mês e aproximadamente 2,5 milhões TEUs/ano.

– A Fiesc é testemunha das dificuldades que os exportadores e importadores enfrentam, tendo recebido inúmeras reclamações das indústrias, prejudicadas pelas despesas de demurrage (tempo de estadia do contêiner por prazo maior do que o acordado) ou da falta de janelas de atracação nos portos. O prejuízo é imenso, não só pelo aumento dessas despesas, mas também com a perda de confiabilidade e da reputação das empresas, que não conseguem cumprir seus prazos e contratos – explica o presidente da Câmara de Transporte e Logística da Fiesc, Egídio Martorano.

No fim do ano passado, por exemplo, o acúmulo de contêineres vazios nos terminais de armazenagem (depots), devido à paralisação do terminal de Navegantes pelo fechamento do canal de acesso, ampliou o problema. Durante os últimos três meses do ano, o tempo de espera chegou a 20 ou até 30 dias, acarretando demurrage aos importadores, pela impossibilidade de devolver os contêineres aos armadores.

Por dentro dos investimentos

A Portonave está investindo R$ 1 bilhão para adequar o cais para receber navios maiores, de até 400 metros. Para a realização da obra, um dos berços de atracação está fechado desde janeiro, e a previsão é de que a adequação – a ser realizada em duas etapas – fique pronta no primeiro semestre de 2026.

Mesmo com o fechamento de um dos berços, a movimentação de cargas (TEUs) recuou apenas 9,43% no acumulado do ano até maio no terminal de Navegantes. O desempenho ainda foi prejudicado pelo fechamento do canal de acesso por alguns dias durante o período.

– Mesmo com a paralisação parcial, é uma capacidade de operação que impressiona, é o estado da arte em movimentação de contêineres, entre as melhores do mundo – ressalta o representante da Antaq.

Como SC quer acelerar chegada de nova geração de navios gigantes aos portos

No Porto Itapoá, a expectativa é investir R$ 2 bilhões para ampliar a capacidade nos próximos anos. Recentemente, o terminal inaugurou a terceira fase de expansão, com mais 200 mil m² de pátio e um armazém de 8 mil m². Com essa ampliação, o Porto Itapoá passou a operar um dos maiores pátios de contêineres do Brasil, com capacidade de movimentar até dois milhões de TEUs. A empresa e o Governo do Estado também propuseram uma parceria para viabilizar o projeto de dragagem do canal de acesso à Baía da Babitonga. A proposta está em análise no Ministério dos Portos e Aeroportos, em Brasília.

Em Imbituba, são R$ 95 milhões previstos em investimentos na infraestrutura do porto para a recuperação, reforço e ampliação do Cais 3, que permitirá o recebimento de navios maiores, dos 200 metros atuais para cerca de 270 metros, além da instalação de equipamentos mais modernos de movimentação de cargas. A movimentação de contêineres em Imbituba está em ascensão e, no acumulado dos cinco primeiros meses de 2024, somou 40.412 mil TEUs, um aumento de 59,33% frente a igual período do ano anterior. As restrições operacionais dos demais terminais catarinenses têm colocado Imbituba no radar dos armadores e empresários, na avaliação da Antaq.

Por fim, a concessão do Porto de Itajaí prevê R$ 2,9 bilhões em novos investimentos, incluindo a ampliação da área retroportuária. O edital está em vias de ser lançado, e a previsão é que o leilão ocorra no ano que vem.

CET implementará novos trechos de faixa azul na cidade

CET implementará novos trechos de faixa azul na cidade

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) vai instalar em mais vias de São Paulo o Projeto Faixa Azul, que tem como objetivo reorganizar o espaço viário proporcionando mais segurança aos motociclistas. A seguir, segue a relação das vias onde existirá a sinalização da faixa azul:

Avenida 23 de Maio, no trecho compreendido entre a Praça da Bandeira e o Complexo Viário João Jorge Saad – extensão aproximada de 6,0 km sentido Santana-Aeroporto;

Avenida dos Bandeirantes e Avenida Affonso de E. Taunay, no trecho compreendido entre a Via Marginal do Rio Pinheiros e o Viaduto Ministro Aliomar Baleeiro – extensão aproximada de 8,5 km por sentido;

Avenida Prestes Maia, Avenida Tiradentes e Avenida Santos Dumont, no trecho compreendido entre a Ponte das Bandeiras e a Praça da Bandeira – extensão aproximada de 4,0 km sentido Santana-Aeroporto;

Avenida Rubem Berta e Avenida Moreira Guimarães, no trecho compreendido entre o Complexo Viário João Jorge Saad e a Avenida dos Bandeirantes – extensão aproximada de 2,5 km sentido Santana-Aeroporto;

Avenida Sumaré e Avenida Paulo VI – extensão aproximada de 3,4 km por sentido;

Avenida das Nações Unidas, no trecho compreendido entre a Rua Mario Lopes Leão e a Avenida Interlagos – extensão aproximada de 4,5 km por sentido;

Avenida Miguel Yunes – extensão aproximada de 2,0 km por sentido;

Avenida Brigadeiro Faria Lima, no trecho compreendido entre a Avenida Hélio Pellegrino e a Avenida Pedroso de Morais – extensão de 4,6 km por sentido;

Avenida Zaki Narchi e Avenida Luiz Dumont Villares – extensão aproximada de 4,3 km por sentido;

Avenida do Estado – extensão aproximada de 9,3 km por sentido;

Avenida Jacu Pêssego, Avenida Nova Trabalhadores e Avenida Presidente José de Alencar Gomes da Silva – extensão aproximada de 19,5 km por sentido;

Avenida Pirajussara, no trecho compreendido entre a Rua Bartolomeu Bandinelli e a Rua Engenheiro José Valter Seng – extensão aproximada de 1,8 km por sentido;

Avenida Eliseu de Almeida, no trecho compreendido entre a Rua Levon Apovian e a Rua Grupiara – extensão aproximada de 3,5 km por sentido;

Estrada de Itapecerica, no trecho compreendido entre a Rua Barão Nicolino Barra e a Avenida Giovanni Gronchi – extensão aproximada de 8,9 km por sentido;

Avenida Senador Teotônio Vilela, no trecho compreendido entre o Parque Maria Fernanda e o Terminal Rio Bonito – extensão aproximada de 5,6 km por sentido;

Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, no trecho compreendido entre a Rua Oiteiro e a rua Coronel Luiz de Faria Sousa – extensão aproximada de 0,4 km por sentido;

Viaduto Ministro Aliomar Baleeiro – extensão aproximada de 0,65 km por sentido;

Complexo Viário Maria Maluf – extensão aproximada de 1,8 km por sentido;

Rua Vergueiro, no trecho compreendido entre a Avenida Lins de Vasconcelos e a

Rua Doutor Barros Cruz – extensão aproximada de 2,8 km sentido bairro-centro;

Eixo Norte-Sul, composto pela Av. Moreira Guimarães, a Av. Rubem Berta, o Viaduto 11 de Junho, a Av. 23 de Maio, o Túnel São João Paulo II, a Av. Prestes Maia, a Passagem Tom Jobim, a Av. Tiradentes, a Av. Santos Dumont e a Ponte das Bandeiras – extensão aproximada de 14,5 km sentido Aeroporto/Santana;

Túnel Ayrton Senna I – extensão de 1,7 km sentido centro-bairro;

Via Elevada Presidente João Goulart – extensão de 3,0 km por sentido;

Avenida Santos Dumont – extensão aproximada de 2,5 km por sentido;

Rua Santa Eulália – extensão aproximada de 0,7 km sentido bairro-centro;

Avenida Braz Leme – extensão aproximada de 3,5 km por sentido;

Avenida Aricanduva, no trecho compreendido entre a Rua Júlio Colaço e a Avenida Itaquera – extensão aproximada de 3,0 km por sentido;

Avenida Salim Farah Maluf, no trecho compreendido entre a Praça Antônio Frate e a Rua João Branco – extensão aproximada de 4,5 km por sentido;

Avenida Escola Politécnica – extensão aproximada de 11,40 km por sentido;

Avenida Doutor Gastão Vidigal, trecho compreendido entre a Avenida Mofarrej e a Praça Apecatu – extensão aproximada de 1,8 km por sentido;

Rua Sapetuba – extensão aproximada 0,57 km;

Avenida Inajar de Souza, no trecho compreendido entre a Rua Edmundo Krug e a Avenida Nossa Senhora do Ó – extensão aproximada de 3,3 km por sentido;

Avenida Jornalista Roberto Marinho, no trecho compreendido entre a Rua Guaraiúva e o Viaduto Jerônimo Augusto Gomes Alves – extensão aproximada de 5,6 km por sentido;

Avenida Abraão de Morais – extensão aproximada de 3,0 km por sentido;

Avenida Doutor Ricardo Jafet, no trecho que compreende a extensão do trecho da Avenida Abraão de Morais e se estende até a Rua Coronel Diogo – extensão aproximada de 3,5 km por sentido;

Avenida do Cursino, no trecho compreendido entre a Rua Marcos Fernandes e a Rua Dom Vilares – extensão aproximada de 1,0 km por sentido;

Avenida Presidente Tancredo Neves – extensão aproximada de 2,0 km por sentido;

Avenida Professor Luiz Ignácio Anhaia Mello, no trecho compreendido entre a Praça Maria da Penha Nascimento Silva e a Rua Ribeirópolis – extensão aproximada de 2,0 km por sentido;

Avenida Washington Luís, no trecho compreendido entre a Avenida dos Bandeirantes e a Praça Ministro Pedro Chaves – extensão aproximada de 5,0 km por sentido;

Avenida Governador Carvalho Pinto, Avenida Dom Helder e Avenida Calim Eid – extensão aproximada de 16 km por sentido.

Saiba quais são as rodovias que vão ser relicitadas pelo governo

Saiba quais são as rodovias que vão ser relicitadas pelo governo

São 14 concessionárias entre 27 trechos concedidos, metade das concessões federais

O governo decidiu colocar ordem nos contratos de concessão de rodovias federais. A ideia do Ministério dos Transportes é renegociar como forma de acelerar o investimento privado e destravar obras paralisadas.

Com isso, metade das concessões será relicitada: 14 concessionárias, entre 27 trechos concedidos, solicitaram adesão ao processo de revisão dos contratos criado no ano passado, de acordo com o Ministério dos Transportes.

Diferentemente de outras alternativas já tentadas, a ideia agora é resolver os problemas com as concessionárias atuais antes de oferecer os contratos a outros investidores. O processo começa com a demonstração de interesse da concessionária.

Veja as empresas que pediram para negociar contratos:

Concebra

BR-060/153/262, entre o Distrito Federal/Goiás e Minas Gerais

ECO101

BR-101, entre Bahia e Espírito Santo

Fluminense

BR-101 – Rio de Janeiro

Régis Bittencourt

BR-116, entre São Paulo e Paraná

Fernão Dias

BR-381, entre Minas Gerais e São Paulo

Via Bahia

BR-324 e BR-116 – Bahia

MSVIA

BR-163 – Mato Grosso do Sul

Rodovia Transbrasiliana

BR-153 – São Paulo

Rodovia do Aço

BR-393 – Rio de Janeiro

Ecosul

BR-116/392 – Rio Grande do Sul

Via Brasil

BR-163, entre MT e PA, e BR-230 – Pará

Concer

BR-040, entre Minas Gerais e Rio de Janeiro (o governo já decidiu fazer nova concessão do zero)

Planalto Sul

BR-116, entre Santa Catarina e Paraná

Litoral Sul

BR-116/376 – Paraná e BR-101 – Santa Catarina

Atuação da NTC&Logística e do Sistema Transporte serão apresentadas na segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical

Atuação da NTC&Logística e do Sistema Transporte serão apresentadas na segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical

A NTC&Logística realizará a segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical (Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado), em Itapema, litoral de Santa Catarina. A organização do CONET&Intersindical conta com a parceria da FETRANCESC – Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

O CONET&Intersindical acontecerá nos dias 1 e 2 de agosto, no Itapema Beach Hotéis & Resorts (BR-101, Km 144, nº 3146 – Ilhota – Itapema – SC).

Em seu formato tradicional, o evento é dividido em duas etapas: o CONET, voltado à discussão empresarial de custos, em que o Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas e Econômicas – DECOPE, da NTC&Logística, apresenta as pesquisas de mercado e aponta os direcionamentos relacionados ao frete, e a Intersindical, cuja pauta para análise e debate é composta de temas relacionados ao desenvolvimento das atividades do setor.

Na abertura da Intersindical, o presidente da NTC&Logística, Eduardo Rebuzzi, e o presidente do Sistema Transporte (CNT/SEST SENAT/ITL), Vander Costa, farão uma aprentação sobre a atuação das respectivas entidades em prol do desenvolvimento do setor, enfatizando iniciativas e estratégias que visam fortalecer e impulsionar o Transporte de Cargas em todo o Brasil.

O CONET&Intersindical é reconhecido como referência no mercado, oferecendo um ambiente propício para a construção de parcerias estratégicas, o compartilhamento de boas práticas e a busca por soluções inovadoras. Com discussões abrangentes e pesquisas atualizadas, o evento contribui significativamente para o aprimoramento do setor de Transporte Rodoviário de Cargas, impulsionando seu desenvolvimento e fortalecendo sua posição na economia nacional.

Faça já sua inscrição aqui.

Confira a programação preliminar.

CONET – PRIMEIRO DIA – 01/08/2024

12h30 Credenciamento

13h Abertura do CONET – Conselho Nacional de Estudos em Transporte, Custos, Tarifas e Mercado

13h45 Plano Setorial de Transporte Rodoviário – PSTR do Ministério dos Transportes

Palestrante: Lilian Campos – Superintendente de Inteligência de Mercado da INFRA S/A

14h45 Instituto Mercadológico da COMJOVEM NACIONAL

Palestrante: Geovani Serafim – Coordenador do Instituto Tecnológico COMJOVEM

15h30 Índice de Variação do INCT – Índice Nacional de Custos do Transporte e Pesquisa DECOPE de Mercado no Transporte de Cargas 2024

Palestrante: Lauro Valdívia – Assessor Técnico da NTC&Logística

16h20 O Futuro do Transporte de Cargas: Tendências 2025

Palestrante Convidado: Economista do Banco BTG Pactual

17h20 Reforma Tributária – Atualização

Palestrantes: Dr. Marcos Aurélio Ribeiro – Diretor Jurídico da NTC e Dra. Andrea Cavalcanti – Gerente Executiva do Poder Legislativo da CNT

Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

18h Encerramento

18h / 20h Coquetel na Área de Exposições

INTERSINDICAL – SEGUNDO DIA – 02/08/2024

8h30 Abertura da Reunião Intersindical

NTC&Logística – Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL)

Presidentes: Eduardo Rebuzzi – NTC&Logística e Vander Costa – Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT/ ITL)

9h30 Painel Mercado Securitário e o TRC

Palestrante: Adailton Dias – Membro da Comissão Estratégica de Seguros Corporativos da FenSeg

Palestrante Convidado: Representante da SUSEP

Mediador: Dagnor Schneider – Presidente da FETRANCESC

10h30 Coffee break

11h Painel Trabalhista

• Pesquisa Negociações Coletivas 2024

• Assuntos Trabalhistas e Sindicais: atualizações

Palestrante: Dr. Narciso Figueirôa Junior – Assessor Jurídico da NTC&Logística

12h Segurança Pública e Roubo de Carga: A realidade no Rio de Janeiro e o impacto nacional

Palestrante: Dr. Fabrício Oliveira – Delegado de Polícia Civil Coordenador da CORE-RJ / Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Estado do RJ

Mediadores: Eduardo Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística e da FETRANSCARGA, e Filipe Coelho – Presidente do SINDICARGA

12h40 Ações da COMJOVEM NACIONAL – NTC&Logística

Palestrante: André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

13h10 Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

13h40 Encerramento

Almoço e Tarde Livres

20h Jantar Festivo de Encerramento

Faça já sua inscrição aqui.

Realização:

NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), em parceria com a FETRANCESC (Federação das Empresas de Transporte de Carga no Estado de Santa Catarina) e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

Patrocínio:

Mercedes-Benz e Transpocred.

Apoios institucionais:

Sistema Transporte (CNT – Confederação Nacional do Transporte; SEST SENAT – Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, e ITL – Instituto de Transporte e Logística);

FuMTran (Fundação Memória do Transporte);

Anfir (Associação Nacional Fabricantes de Implementos Rodoviários).

Apoio logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição aqui.

NTC&Logística participa de reunião sobre proposta de aumento de “Cupos” pelo Peru

NTC&Logística participa de reunião sobre proposta de aumento de “Cupos” pelo Peru

Na última sexta-feira (19), Danilo Guedes, vice-presidente de Relações Internacionais da NTC&Logística, participou de uma reunião virtual com autoridades brasileiras da ANTT para discutir a proposta do Peru de aumentar os ‘Cupos’ (cotas) de habilitação para o transporte de cargas entre os dois países.

Atualmente, conforme a reunião bilateral de março, o limite de carga é de 75 mil toneladas. A nova proposta peruana visa elevar esse limite para 120 mil toneladas, um aumento de 45 mil toneladas, que poderia agilizar o processo de habilitação das transportadoras que aguardam na fila para operar na rota Brasil-Peru. O sistema de cotas estabelece um limite máximo em toneladas para a frota habilitada, e qualquer aumento deve ser acompanhado de medidas bilaterais que incentivem o comércio entre as nações.

“Essa limitação nos preocupa, por ferir o princípio da reciprocidade e do livre mercado, criando barreiras e restringindo a quantidade de caminhões a serem ofertados aos clientes. Se for necessário, oficiaremos o Ministério de Relações Exteriores e a embaixada”, salientou Danilo Guedes na reunião.

Uma nova reunião virtual está marcada para 7 de agosto, com o objetivo de resolver as pendências e definir a data para uma reunião bilateral presencial no Brasil.

Prazos para recadastramento do Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES)

Prazos para recadastramento do Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES)

Através de publicação feita no Diário Oficial da União de 01/07/2024, o Ministério do Trabalho e Emprego, por intermédio da Secretaria de Relações do Trabalho, informa que, no segundo semestre de 2024, vencem dois prazos importantes para a atualização de dados de sindicatos, federações e confederações patronais e de trabalhadores no Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES).

1º Prazo – Até 30/09/2024

Trata-se do prazo para o recadastramento das entidades sindicais que possuem registro sindical concedido antes de 18/04/2005 e que não migraram para o CNES através da opção “Solicitação de Recadastramento – Atualização Sindical – SR”, previsão contida na Portaria MTE 3472/23, artigos 2º, V, 35 e 38, inciso V, que assim dispõem:

“Art. 2º Para os fins desta Portaria, considera-se:

V – atualização sindical – procedimento instituído pela Portaria MTE nº 197, de 18 de abril de 2005, por meio do qual uma entidade sindical com registro concedido antes de 18 de abril de 2005 promove o seu recadastramento junto ao CNES;”

“Art. 35. As entidades sindicais que não efetuaram a atualização sindical a que se refere o inciso V do caput do art. 2º deverão realizá-la por meio da opção “Atualização Sindical (SR)”, no portal gov.br, até o dia 30 de setembro de 2024, sob pena de cancelamento do registro.” (Redação dada pela Portaria MTE nº 102, de 29 de janeiro de 2024)

“Art. 38. O registro sindical será cancelado pelo Diretor do Departamento de Relações do Trabalho da Secretaria de Relações do Trabalho, com fundamento em análise técnica da Coordenação-Geral de Registro Sindical, nas seguintes hipóteses:

V – se a entidade sindical com registro concedido antes de 18 de abril de 2005 não proceder, conforme previsto no art. 35;” (Redação dada pela Portaria MTE nº 3.543, de 19 de outubro de 2023)

Vale destacar que as entidades com cadastro ativo no CNES não precisam fazer atualização via Atualização Sindical (SR).

2º Prazo – Até 28/12/2024

É o prazo para a atualização dos dados perenes de diretoria das entidades sindicais patronais e de trabalhadores com mandatos vencidos no CNES há mais de 8 (oito) anos.

Tais entidades devem atualizar os dados de diretoria através da opção “Solicitação de Atualização de Dados Perenes – SD” do CNES, de acordo com a Portaria MTE 3.472/23, art. 2º, VI e art. 38, IV, parágrafos 1º, 2º e 3º, que assim dispõem:

“Art. 2º Para os fins desta Portaria, considera-se:

VI – atualização de dados perenes – procedimento de atualização de dados de entidades sindicais registradas no CNES referentes à localização (correio eletrônico, endereço, endereço eletrônico e telefone), composição da diretoria e filiação, quando houver.”

“Art. 38. O registro sindical será cancelado pelo Diretor do Departamento de Relações do Trabalho da Secretaria de Relações do Trabalho, com fundamento em análise técnica da Coordenação-Geral de Registro Sindical, nas seguintes hipóteses:

IV – quando a entidade sindical mantiver, no sistema CNES, os dados do mandato de sua diretoria vencidos por mais de 8 (oito) anos;

§ 1º Os cancelamentos previstos no inciso IV deverão ser precedidos de notificação às entidades, por publicação no DOU, para que atualizem seus dados no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, nos termos desta Portaria.

§ 2º A Coordenação-Geral de Registro Sindical da Secretaria de Relações do Trabalho enviará comunicação às entidades que se enquadrem nas disposições do inciso IV do caput, por meio do correio eletrônico, para conhecimento da publicação do prazo no DOU.

§ 3º Para as providências a que se refere o § 1º, será elaborada, com base nos dados do sistema CNES, em 31 de dezembro e 30 de junho de cada ano, relação das entidades que se enquadram na previsão do inciso IV do caput.”

O Ministério do Trabalho e Emprego alerta que a não atualização dos dados pelas entidades sindicais resultará no cancelamento do respectivo registro sindical.

Para consultar o CNES, acesse: https://cnes.trabalho.gov.br e, para o texto da Portaria MTE 3.472/23, acesse: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-mte-n-3.472-de-4-de-outubro-de-2023-514620126

É de suma importância que as entidades sindicais mantenham atualizados os seus dados no Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES) para que possam ter legitimidade para o exercício da representação sindical.

Narciso Figueirôa Junior

Assessor Jurídico da NTC&Logística

Programa Mais Motoristas convoca mais 5.479 pessoas para formação de condutores profissionais

Programa Mais Motoristas convoca mais 5.479 pessoas para formação de condutores profissionais

Essa é a sexta chamada do último edital, que já convocou outros 26 mil interessados em se tornarem motoristas profissionais

Já está disponível a relação com mais 5.479 novos candidatos selecionados na sexta chamada do programa Mais Motoristas. Os novos convocados se somam a outros mais de 20 mil selecionados nas cinco primeiras chamadas.

A iniciativa busca promover a empregabilidade no setor de transporte e aumentar o número de motoristas profissionais, por meio do custeio da mudança de categoria da CNH e da oferta de curso de formação.

Os selecionados receberão um e-mail com todas as orientações e o encaminhamento para que se cadastrem no site do SEST SENAT e enviem a documentação exigida:

  • documento de identificação (CNH);
  • Nada Consta do Detran ou certidão de prontuário;
  • certidão de antecedentes criminais;
  • comprovante de residência;
  • comprovante de vínculo com o setor de transporte, caso tenha inserido o CNPJ no ato da inscrição.

O prazo para envio dos documentos vai até o dia 2 de agosto. Para enviá-los, é preciso anexá-los no seguinte endereço: https://www.sestsenat.org.br/entrar. A partir daí, o SEST SENAT validará a documentação e, então, terá início o processo de mudança de categoria, seguindo o cronograma definido por cada Unidade Operacional.

A mudança de categoria da CNH pode ser de AB, B, AC ou C para D ou E, e de D para E. Após a conclusão do processo da troca da carteira, o aluno vai realizar um dos cursos da Escola de Motoristas: Transporte de Produtos Perigosos; Cargas Indivisíveis; Transporte Coletivo de Passageiros ou Transporte de Escolares.

O objetivo é preparar esses profissionais para as constantes transformações e demandas do mercado de trabalho e contribuir para o aumento de sua empregabilidade, por meio da capacitação em cursos que aliam teoria e prática em veículos com tecnologia embarcada.

Em sua primeira edição, a iniciativa do SEST SENAT recebeu, aproximadamente, 55 mil inscritos. A instituição disponibilizou, inicialmente, 2.793 vagas, em 86 Unidades Operacionais, em todas as regiões do país. Até agora, já ofereceu mais de 26.000 mil vagas e, nos próximos meses, serão realizadas novas chamadas.

CNT representa o setor transportador em reunião da Comissão Nacional para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

CNT representa o setor transportador em reunião da Comissão Nacional para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Na ocasião, o governo federal apresentou o RNV – Relatório Nacional Voluntário, documento relata a atuação e situação de cada um dos 17 ODS no país

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) esteve presente, nessa terça-feira (23), na 4ª reunião extraordinária da CNODS (Comissão Nacional para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável), no Rio de Janeiro. Na ocasião, o governo federal apresentou o RNV – Relatório Nacional Voluntário, documento que relata a atuação e situação de cada um dos 17 ODS no país. O evento contou com a presença da primeira dama, Janja Lula da Silva. A CNT esteve representada pela gerente executiva ambiental, Erica Marcos.

A Confederação faz parte da Comissão e está atuante no acompanhamento das medidas discutidas nesse âmbito. O foco é na promoção e no desenvolvimento dos ODS no setor de transporte por meio de suas atividades socioambientais, que contemplam a defesa dos interesses do setor. São exemplos dessas ações o Programa Despoluir, desenvolvido pela CNT e o SEST SENAT, as publicações técnicas de temas relevantes, as capacitações e a organização de eventos relacionados ao assunto.

Entre os ODS, o setor de transporte tem forte interface com energia limpa e acessível (ODS 7); indústria, inovação e infraestrutura (ODS 9); cidades e comunidades sustentáveis (ODS 11); ação climática (ODS 13) e parcerias para o atingimento de metas (ODS 17).

O RNV é o principal instrumento de monitoramento da execução dos ODS. O relatório compila os principais resultados do Brasil frente ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável vinculado à Agenda 2030 e foi apresentado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo, semana passada, no Fórum Político de Alto Nível, na sede das Nações Unidas, em Nova York (USA).

Também estavam na cerimônia representantes de instituições como a Fiocruz, o IBGE e o IPEA, e integrantes de organizações da sociedade civil e de sindicatos. A apresentação do RNV à sociedade civil brasileira teve ainda a participação do ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; da ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, e da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, além de outros integrante da CNODS.

Participe da quarta edição do Seminário Itinerante 2024, em Fortaleza

Participe da quarta edição do Seminário Itinerante 2024, em Fortaleza

A quarta edição de 2024 do Seminário Itinerante será recepcionada pela FETRANSLOG-NE – Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste, pelo SETCARCE – Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do Ceará e pelo Núcleo da COMJOVEM Nordeste, em Fortaleza, no dia 23 de agosto, às 13h30.

O Seminário Itinerante nasceu, há 20 anos, com o objetivo de levar a NTC&Logística para vários pontos do país, promovendo a capacitação técnica e oportunidades de negócios aos empresários e executivos do setor de Transporte de Cargas e Logística.

A programação é composta de temas relevantes e que impactam diretamente as atividades das empresas. A organização do evento conta com o apoio da COMJOVEM.

Cumprindo a missão da NTC&Logística de estar junto ao transportador RODOVIáRIO de cargas, de Norte a Sul do país, o Seminário foi realizado em diversos estados ao longo dos últimos 20 anos.

O evento será realizado presencialmente, na sede do SETCARCE (BR-116 – Km 8 – No 3151 – Messejana – Fortaleza – CE), aberto a todos os empresários da região, que contribuem para um TRC cada vez mais forte.

Programação Preliminar

13h30 às 14h – Credenciamento

14h às 14h20 – Abertura

· Eduardo F. Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística

· José Arlan S. Rodrigues – Presidente da FETRANSLOG-NE

· Marcelo Maranhão – Presidente do SETCARCE

· André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

· Hudson Rabelo – Vice-Coordenador Nacional da COMJOVEM

· Leonardo Barreira Maranhão – Coordenador do Núcleo da COMJOVEM do Nordeste

14h20 às 14h30 – Momento Parceiros da NTC

· MERCEDES-BENZ

· FENATRAN

· FUMTRAN

14h30 às 14h50 – Apresentação da NTC/COMJOVEM

· Palestrante: André de Simone – Vice-Presidente Extraordinário para Assuntos dos Jovens Empresários da NTC&Logística e Coordenador Nacional da COMJOVEM

14h50 às 15h50 – Palestra Técnica – Tema: Alteração do biodiesel e impactos negativos na manutenção das frotas

· Palestrante: Glauber Brasileiro

15h50 às 16h10 – Momento Parceiros da NTC

· AUTOTRAC

· SISTEMA TRANSPORTE

16h10 às 17h – Palestra: Dificuldades na contratação de mão de obra qualificada

· Palestrante: Sistema Transporte

17h às 18h – Palestra a confirmar

18h – Encerramento

O evento é uma realização da NTC&Logística; das entidades anfitriãs, FETRANSLOG-NE e SETCARCE; do Núcleo da COMJOVEM Nordeste e dos Sindicatos filiados.

Patrocínio: Autotrac, Fenatran e Mercedes-Benz.

Apoio Institucional: Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL) e FuMTran.

Apoio Logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição, clicando aqui.

4a edição do Fórum ITL de Inovação do Transporte já tem duas grandes empresas confirmadas

4a edição do Fórum ITL de Inovação do Transporte já tem duas grandes empresas confirmadas

Fórum acontecerá no dia 9 de outubro, em Brasília

Duas grandes empresas brasileiras já confirmaram a sua participação no próximo Fórum ITL de Inovação do Transporte (FIT). A Braspress, uma das maiores empresas de transportes de encomendas do Brasil, e a Águia Branca, que tem mais de 330 linhas de ônibus e transporta aproximadamente 11 milhões de passageiros por ano, estarão na 4ª edição do Fórum para apresentar os seus cases sobre práticas ESG.

Venha participar do debate sobre o futuro do setor de transporte no próximo FIT, que acontecerá no dia 9 de outubro, em Brasília. É possível participar presencialmente ou online, acompanhando pelo canal da CNT no Youtube. Clique aqui e faça a sua inscrição.

O FIT

O Fórum é uma iniciativa do Instituto de Transporte e Logística (ITL), em parceria com a CNT e o SEST SENAT, para fomentar a discussão e a troca de conhecimentos sobre ferramentas e tendências inovadoras e tecnológicas aplicáveis ao setor de transporte.

Em uma sessão especial, o FIT vai abordar a governança, com foco na sucessão familiar. A transição bem-sucedida de liderança dentro de empresas familiares é fundamental para garantir a continuidade, a sustentabilidade dos negócios e as estratégias para preparar a próxima geração de líderes no setor de transporte.

Por meio de cases de sucesso, o Fórum vai trazer organizações públicas e privadas que estão liderando o caminho na implementação de práticas ESG no transporte, além de destacar seus desafios, sucessos e lições aprendidas.

As inscrições já estão abertas, e as vagas são limitadas. Inscreva-se agora mesmo.

Então, anote na sua agenda:

Fórum ITL de Inovação do Transporte

  • Data: 9 de outubro, das 9h às 17h
  • Local: presencial (em Brasília) ou ao vivo, pelo canal da CNT no YouTube
Boletim de Recuperação de Rodovias Federais – 22/07/2024

Boletim de Recuperação de Rodovias Federais – 22/07/2024

Atualização de status dos trabalhos no Rio Grande do Sul

O Ministério dos Transportes informa que, uma vez que os trabalhos no Rio Grande Sul avançaram até um momento de estabilidade, os boletins de atualização deixarão de ser emitidos de segunda a sexta-feira. As atualizações serão feitas, a partir de agora, em caso de mudanças sensíveis do cenário de liberação de rodovias no estado.

Confira os dados de monitoramento das rodovias federais consolidados nesta segunda-feira (22/07) entre Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Secretaria Nacional de Transporte e concessionária com rodovias federais sob responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

INTERDIÇÃO TOTAL: 1 trecho em 1 rodovia federal

BR-116, no trecho

• km 174

INTERDIÇÃO PARCIAL: 16 trechos em 5 rodovias federais

BR-116, nos trechos

• km 134; km 160; km 170; km 175; km 181; km 190; km 232.

BR-287, no trecho

• km 312

BR-290, nos trechos

• km 102; km 104.

BR-386, no trecho

• km 297

BR-470, nos trechos

• km 186; km 191; km 192; km 194 ao km 201; km 262.

Já foram liberados 124 trechos em 11 rodovias federais que cortam o Rio Grande do Sul. Neste momento, 13 trechos estão em obras ou com serviços para liberação das pistas e não há segmentos liberados somente para veículos de emergência.

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

Projeção de expansão da economia é de 2,15% este ano, diz BC

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerado a inflação oficial do país – teve aumento, passando de 4% para 4,05% este ano. A estimativa está no Boletim Focus desta segunda-feira (22), pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC) com a expectativa de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

Para 2025, a projeção da inflação permaneceu em 3,9%. Para 2026 e 2027, as previsões são de 3,6% e 3,5%, respectivamente.

A estimativa para 2024 está acima da meta de inflação, mas ainda dentro de tolerância, que deve ser perseguida pelo BC. Definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a meta é 3% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 1,5% e o superior, 4,5%.

A partir de 2025, entrará em vigor o sistema de meta contínua; assim, o CMN não precisará mais definir uma meta de inflação a cada ano. Em junho deste ano, o colegiado fixou o centro da meta contínua em 3%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Em junho, influenciada principalmente pelo grupo de alimentação e bebidas, a inflação do país foi 0,21%, após ter registrado 0,46% em maio. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 12 meses, o IPCA acumula 4,23%.

Juros básicos

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, definida em 10,5% ao ano pelo Comitê de Monetária (Copom). A alta recente do dólar e o aumento das incertezas econômicas fizeram o BC interromper o corte de juros iniciado há quase um ano. Na última reunião, em junho, por unanimidade, o colegiado manteve a Selic nesse patamar após sete reduções seguidas.

De março de 2021 a agosto de 2022, o Copom elevou a Selic por 12 vezes consecutivas, em um ciclo de aperto monetário que começou em meio à alta dos preços de alimentos, de energia e de combustíveis. Por um ano, de agosto de 2022 a agosto de 2023, a taxa foi mantida em 13,75% ao ano, por sete vezes seguidas. Com o controle dos preços, o BC passou a realizar os cortes na Selic.

Antes do início do ciclo de alta, a Selic tinha sido reduzida para 2% ao ano, no nível mais baixo da série histórica iniciada em 1986. Por causa da contração econômica gerada pela pandemia de covid-19, o Banco Central tinha derrubado a taxa para estimular a produção e o consumo. A taxa ficou no menor patamar da história de agosto de 2020 a março de 2021.

Para o mercado financeiro, a Selic deve encerrar 2024 no patamar que está hoje, em 10,5% ao ano. Para o fim de 2025, a estimativa é que a taxa básica caia para 9,5% ao ano. Para 2026 e 2027, a previsão é que ela seja reduzida, novamente, para 9% ao ano, para os dois anos.

Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Mas, além da Selic, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas. Desse modo, taxas mais altas também podem dificultar a expansão da economia.

Quando o Copom diminui a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação e estimulando a atividade econômica.

PIB e câmbio

A projeção das instituições financeiras para o crescimento da economia brasileira neste ano subiu de 2,11% para 2,15%. Para 2025, a expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 1,93%. Para 2026 e 2027, o mercado financeiro estima expansão do PIB em 2%, para os dois anos.

Superando as projeções, em 2023 a economia brasileira cresceu 2,9%, com um valor total de R$ 10,9 trilhões, de acordo com o IBGE. Em 2022, a taxa de crescimento foi 3%.

A previsão de cotação do dólar está em R$ 5,30 para o fim deste ano. No fim de 2025, a previsão é que a moeda americana fique em R$ 5,23.

ANTT apresenta proposta de modernização contratual da BR-101 ao Fórum Parlamentar Catarinense

ANTT apresenta proposta de modernização contratual da BR-101 ao Fórum Parlamentar Catarinense

Também foram apresentadas propostas de obras para melhorar segurança e fluidez

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) participou, juntamente com a concessionária Arteris, do Fórum Parlamentar Catarinense, realizado em Itajaí e em São José (SC), nesta sexta-feira (19/7). O evento, aberto ao público, teve como principal objetivo discutir a otimização dos contratos de concessão da BR-101, abordando temas como segurança viária e práticas regulatórias aprimoradas para os usuários.

A BR-101, que atravessa 23 municípios, é a principal ligação entre São Paulo, Curitiba e o litoral de Santa Catarina, sendo um eixo vital para o desenvolvimento industrial e turístico da região, conhecido como Corredor do MERCOSUL. A inclusão de possíveis obras de mobilidade nos trechos concedidos também foi um ponto central das discussões.

O evento contou com a presença dos 16 deputados federais e três senadores que representam o estado de Santa Catarina no Congresso Nacional. Representantes da ANTT e da Arteris, atual concessionária da rodovia, também marcaram presença.

O diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, destacou a importância da modernização dos contratos de concessão, enfatizando a necessidade de atualização frente ao desenvolvimento econômico e urbano da região. “O contrato firmado em 2007 não era flexível o suficiente para acomodar todas as transformações ocorridas. Por isso, elegemos Santa Catarina e a BR-101 como uma das prioridades da ANTT quando assumimos a gestão da Agência” afirmou Vitale.

Ele mencionou ainda que a otimização contratual visa equilibrar os interesses da concessionária, do governo e dos usuários, promovendo mais fluidez, segurança e investimentos na rodovia. Em sua fala, também destacou que as propostas incluem obras de resiliência climática e facilita a financiabilidade dos projetos, com uma distribuição mais equilibrada dos riscos.

Principais obras propostas

O Fórum Parlamentar Catarinense em Itajaí reforçou a necessidade de modernização dos contratos de concessão da BR-101, com foco em melhorias significativas na infraestrutura e segurança da rodovia. Nas semanas anteriores, o Fórum visitou outros municípios catarinenses, como Joinville e São José, para debater demandas relacionadas à BR-101. Esses encontros visam coletar subsídios e entender melhor as necessidades locais, preparando o terreno para as discussões em Itajaí. Estão previstos outros encontros, nos próximos dias, em mais municípios que usam a BR-101.

Entre as obras propostas, destaca-se a implantação de 113,18 km de faixas adicionais na BR-101/SC, BR-116/PR e BR-376/PR, além de passarelas e ruas laterais para segregar o tráfego local de longa distância, proporcionando mais segurança e fluidez.

Obras específicas em Joinville

Ruas Laterais na BR-101 – Segregação do tráfego local do trafego de longa distância, visando melhorar a segurança e evitar acidentes.

Passarelas – Instalação em pontos com alto índice de travessias de pedestres, aumentando a segurança.

Terceiras Faixas – Implantação de 32 km de faixas adicionais, do km 33 ao km 49, nos sentidos norte e sul.

Participe da quarta edição do Seminário Itinerante 2024, em Fortaleza

A quarta edição de 2024 do Seminário Itinerante será recepcionada pela FETRANSLOG-NE – Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste, pelo SETCARCE – Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do Ceará e pelo Núcleo da COMJOVEM Nordeste, em Fortaleza, no dia 23 de agosto, às 13h30.

O Seminário Itinerante nasceu, há 20 anos, com o objetivo de levar a NTC&Logística para vários pontos do país, promovendo a capacitação técnica e oportunidades de negócios aos empresários e executivos do setor de Transporte de Cargas e Logística.

A programação é composta de temas relevantes e que impactam diretamente as atividades das empresas. A organização do evento conta com o apoio da COMJOVEM.

Cumprindo a missão da NTC&Logística de estar junto ao transportador de cargas, de Norte a Sul do país, o Seminário foi realizado em diversos estados ao longo dos últimos 20 anos.

O evento será realizado presencialmente, na sede do SETCARCE (BR-116 – Km 8 – No 3151 – Messejana – Fortaleza – CE), aberto a todos os empresários da região, que contribuem para um TRC cada vez mais forte.

Programação Preliminar

13h30 às 14h – Credenciamento

14h às 14h20 – Abertura

· Eduardo F. Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística

· José Arlan S. Rodrigues – Presidente da FETRANSLOG-NE

· Marcelo Maranhão – Presidente do SETCARCE

· André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

· Hudson Rabelo – Vice-Coordenador Nacional da COMJOVEM

· Leonardo Barreira Maranhão – Coordenador do Núcleo da COMJOVEM do Nordeste

14h20 às 14h30 – Momento Parceiros da NTC

· MERCEDES-BENZ

· FENATRAN

· FUMTRAN

14h30 às 14h50 – Apresentação da NTC/COMJOVEM

· Palestrante: André de Simone – Vice-Presidente Extraordinário para Assuntos dos Jovens Empresários da NTC&Logística e Coordenador Nacional da COMJOVEM

14h50 às 15h50 – Palestra Técnica – Tema: Alteração do biodiesel e impactos negativos na manutenção das frotas

· Palestrante: Glauber Brasileiro

15h50 às 16h10 – Momento Parceiros da NTC

· AUTOTRAC

· SISTEMA TRANSPORTE

16h10 às 17h – Palestra: Dificuldades na contratação de mão de obra qualificada

· Palestrante: Sistema Transporte

17h às 18h – Palestra a confirmar

· Palestrante: Dr. Marcos Aurélio Ribeiro – Diretor Jurídico da NTC&Logística

18h – Encerramento

O evento é uma realização da NTC&Logística; das entidades anfitriãs, FETRANSLOG-NE e SETCARCE; do Núcleo da COMJOVEM Nordeste e dos Sindicatos filiados.

Patrocínio: Autotrac, Fenatran e Mercedes-Benz.

Apoio Institucional: Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL) e FuMTran.

Apoio Logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição, clicando aqui.

Assuntos trabalhistas e sindicais serão apresentados na segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical

Assuntos trabalhistas e sindicais serão apresentados na segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical

A NTC&Logística realizará a segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical (Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado), em Itapema, litoral de Santa Catarina. A organização do CONET&Intersindical conta com a parceria da FETRANCESC – Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

O CONET&Intersindical acontecerá nos dias 1 e 2 de agosto, no Itapema Beach Hotéis & Resorts (BR-101, Km 144, nº 3146 – Ilhota – Itapema – SC).

Em seu formato tradicional, o evento é dividido em duas etapas: o CONET, voltado à discussão empresarial de custos, em que o Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas e Econômicas – DECOPE, da NTC&Logística, apresenta as pesquisas de mercado e aponta os direcionamentos relacionados ao frete, e a Intersindical, cuja pauta para análise e debate é composta de temas relacionados ao desenvolvimento das atividades do setor.

Na Intersindical, teremos o Painel Trabalhista, com a participação do Dr. Narciso Figueirôa Junior, Assessor Jurídico da NTC&Logística, que fará uma exposição sobre a Pesquisa “Negociações Coletivas 2024”, com atualizações importantes referentes a questões trabalhistas e sindicais.

O CONET&Intersindical é reconhecido como referência no mercado, oferecendo um ambiente propício para a construção de parcerias estratégicas, o compartilhamento de boas práticas e a busca por soluções inovadoras. Com discussões abrangentes e pesquisas atualizadas, o evento contribui significativamente para o aprimoramento do setor de Transporte de Cargas, impulsionando seu desenvolvimento e fortalecendo sua posição na economia nacional.

Faça já sua inscrição aqui.

Confira a programação preliminar.

CONET – PRIMEIRO DIA – 01/08/2024

12h30            Credenciamento

13h                 Abertura do CONET – Conselho Nacional de Estudos em Transporte, Custos, Tarifas e Mercado

13h45            Plano Setorial de Transporte Rodoviário – PSTR do Ministério dos Transportes

Palestrante: Lilian Campos – Superintendente de Inteligência de Mercado da  INFRA S/A

14h45            Instituto Mercadológico da COMJOVEM NACIONAL

Palestrante: Geovani Serafim – Coordenador do Instituto Tecnológico COMJOVEM

15h30            Índice de Variação do INCT – Índice Nacional de Custos do Transporte e Pesquisa DECOPE de Mercado no Transporte de Cargas 2024

Palestrante: Lauro Valdívia – Assessor Técnico da NTC&Logística

16h20            O Futuro do Transporte de Cargas: Tendências 2025

Palestrante Convidado: Economista do Banco BTG Pactual

17h20            Reforma Tributária – Atualização

Palestrante: Dr. Marcos Aurélio Ribeiro – Diretor Jurídico da NTC e Dra. Andrea Cavalcanti – Gerente Executiva do Poder Legislativo da CNT

                        Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

18h                 Encerramento

18h / 20h       Coquetel na Área de Exposições

INTERSINDICAL – SEGUNDO DIA – 02/08/2024

08h30            Abertura da Reunião Intersindical

                        NTC&Logística – Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL)

Presidentes: Eduardo Rebuzzi – NTC&Logística e Vander Costa – Sistema Transporte (CNT/ SEST SENAT/ ITL)

9h30              Painel Mercado Securitário e o TRC

Palestrante: Adailton Dias – Membro da Comissão Estratégica de Seguros Corporativos da FenSeg

Palestrante Convidado: Representante da SUSEP

Mediador: Dagnor Schneider – Presidente da FETRANCESC

10h30            Coffee break

11h                 Painel Trabalhista

– Pesquisa Negociações Coletivas 2024

– Assuntos Trabalhistas e Sindicais: atualizações

Palestrante: Dr. Narciso Figueirôa Junior – Assessor Jurídico da NTC&Logística

12h                 Segurança Pública e Roubo de Carga: A realidade no Rio de Janeiro e o impacto nacional

Palestrante:  Dr. Fabrício Oliveira – Delegado de Polícia Civil Coordenador da CORE-RJ / Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Estado do RJ

Mediadores: Eduardo Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística e da FETRANSCARGA, e Filipe Coelho – Presidente do SINDICARGA

12h40            Ações da COMJOVEM NACIONAL – NTC&Logística

Palestrante: André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

13h10            Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

13h40            Encerramento

                        Almoço e Tarde Livres

20h                 Jantar Festivo de Encerramento

Faça já sua inscrição aqui.

Realização:

NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), em parceria com a FETRANCESC (Federação das Empresas de Transporte de Carga no Estado de Santa Catarina) e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

Patrocínio:

Mercedes-Benz e Transpocred.

Apoios institucionais:

Sistema Transporte (CNT – Confederação Nacional do Transporte; SEST SENAT – Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, e ITL – Instituto de Transporte e Logística);

FuMTran (Fundação Memória do Transporte);

Anfir (Associação Nacional Fabricantes de Implementos Rodoviários).

Apoio logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição aqui.

Pesquisa: Mercado no primeiro semestre de 2024

Pesquisa: Mercado no primeiro semestre de 2024

A NTC&Logística e a ANTT estão conduzindo uma pesquisa junto às empresas transportadoras de carga para avaliar a situação econômica do Transporte de Cargas (TRC) no primeiro semestre de 2024. Esta iniciativa visa obter um panorama detalhado das condições atuais do setor, identificando desafios, oportunidades e tendências que possam influenciar o desenvolvimento e a sustentabilidade do TRC no Brasil.

O questionário de múltipla escolha pode ser respondido em poucos minutos, garantindo uma participação rápida e eficiente das empresas.

Os resultados serão utilizados para desenvolver estratégias que promovam a eficiência, competitividade e sustentabilidade do TRC, e serão apresentados na segunda edição do CONET (Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado), que acontecerá no dia 1o de agosto de 2024, em Itapema, Santa Catarina.

Agradecemos a participação!

Clique aqui e participe: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScBRW6hVyXbDYY6nOL23ioNqMgG7IwAxzARDDZosrTve9aZSA/viewform

R$ 15,5 bi em obras na Dutra e na Rio-Santos anuncia Governo

R$ 15,5 bi em obras na Dutra e na Rio-Santos anuncia Governo

Projeto tem potencial para gerar 40 mil empregos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou, nesta sexta-feira (19), a liberação de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 10,75 bilhões, para obras e intervenções nas Rodovias Dutra e Rio-Santos, ambas que atravessam os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A cerimônia ocorreu na cidade paulista de São José dos Campos.

No total, entre aportes do governo federal, via BNDES, e da iniciativa privada, por meio de outros bancos, serão R$ 15,5 bilhões em investimentos. Lula ressaltou a colaboração entre as instituições públicas e privadas, e a importância dos investimentos da concessionária, o Grupo CCR, nas obras.

“Quando eu vejo, aqui, o Aloizio Mercadante [presidente do BNDES)], o Santander, o Itaú e o Bradesco se juntando para fazer o maior processo de debêntures [títulos de crédito] que já foi feito neste país, eu fico imaginando o milagre que eu vivi neste país”, afirmou o presidente, em comunicado divulgado pela Presidência da República.

“Quando a gente vê uma empresa aceitar fazer o investimento, como a CCR está fazendo na Dutra, é obrigado a dizer que, cada vez menos, quem sabe, a gente vai precisar de dinheiro do orçamento público para fazer as obras de infraestrutura no país e, muito mais, a gente conquistar confiança”, acrescentou Lula, lembrando que a região é a mais industrializada do país e que, por essas rodovias, passam 50% do PIB (somas das riquezas produzidas) do Brasil.

O projeto inclui as novas pistas da Serra das Araras e duplicações na BR-101, no trecho do Rio de Janeiro, com potencial de gerar 40 mil empregos durante a implantação da melhoria da malha rodoviária e mais de 3 mil postos após a conclusão.

O apoio financeiro de R$ 10,75 bilhões foi aprovado pelo BNDES para a Concessionária do Sistema Rio-São Paulo S/A (CCR), nova operadora da Via Dutra e da Rio-Santos. O montante será liberado ao longo de sete anos, à medida que os investimentos forem sendo realizados.

A estrutura inclui a maior emissão de debêntures incentivadas do BNDES e da história, no valor de R$ 9,41 bilhões, que conta com R$ 500 milhões em debêntures verdes, associada a um crédito direto de R$ 1,34 bilhão. As debêntures incentivadas permitem às empresas captar recursos no mercado para financiar projetos de infraestrutura. Os investidores contam com isenção ou redução de Imposto de Renda sobre os lucros obtidos.

O governo apresentou dados que apontam o aumento nos investimentos em debêntures de infraestrutura nos anos anteriores: em 2022, foram R$ 820 milhões, no primeiro semestre, e R$ 1,180 bilhão, no primeiro semestre do ano passado.

Ainda segundo o comunicado, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, lembrou que este é o maior investimento da história do país e que o projeto contribuirá para a redução da emissão de carbono ao melhorar o fluxo de tráfego, reduzindo a queima de diesel.

“É uma obra que respeita o meio ambiente, a vegetação, a serra. Vai diminuir a emissão de carbono, porque vai melhorar o fluxo; vai modernizar as praças de pedágio e vai permitir que as pessoas cheguem mais rapidamente ao seu destino, que a carga que transporta, que é 40% do PIB, flua mais rapidamente, com menos queima de diesel. É um projeto sustentável do ponto de vista financeiro, social, econômico e do ponto de vista ambiental. Essas coisas estão sendo cuidadas pelo governo”, disse Haddad.

Melhorias

O projeto consiste em operação, recuperação, ampliação de capacidade e melhorias da malha rodoviária concedida de 625,8 quilômetros (km), formada pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116), principal corredor logístico do país, no trecho de 355,5 km entre São Paulo e Seropédica (Rio de Janeiro), e, ainda, pela Rodovia Rio-Santos (BR-101), nos 270,3 km entre o Rio de Janeiro e Ubatuba (São Paulo)). O projeto conecta 34 municípios, incluindo as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Os investimentos preveem a expansão de 40% na capacidade das rodovias, com a criação de 780 quilômetros de novas faixas. Destaque para a nova subida da Serra das Araras, com quatro faixas, e readequação da atual pista de subida para funcionar como descida. Essas intervenções elevarão a velocidade máxima no trecho para 80 km/h (quilômetros por hora), com previsão de reduzir o tempo do percurso em 25% na subida da serra e em 50% na descida.

Também fazem parte do projeto a duplicação de 80 quilômetros na BR-101, entre Mangaratiba e Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, e a adoção do free flow (cobrança automatizada em pedágios sem passagem por cabine ou cancela) na região metropolitana de São Paulo e a implantação de 602 quilômetros de faixas adicionais.

O leilão de concessão das rodovias ocorreu em outubro de 2021, com vitória do Grupo CCR, e o início da nova concessão em março de 2022, com duração de 30 anos. O trecho da BR-116 foi operado pela CCR por 25 anos (antiga Concessionária Nova Dutra), entre 1996 e 2021.

Governo Federal institui Comitê de Infraestrutura Sustentável com importante participação da ANTT

Governo Federal institui Comitê de Infraestrutura Sustentável com importante participação da ANTT

O Ciclo ESG da ANTT é uma iniciativa pilar na promoção de uma infraestrutura cada vez mais sustentável

O Governo Federal publicou, nesta quinta-feira (18/07), a Portaria Interministerial nº 3, que institui o Comitê de Infraestrutura Sustentável em Transportes Terrestres, Portos e Aeroportos (COSUST), criado para promover, no âmbito do Ministério dos Transportes e do Ministério de Portos e Aeroportos, a implementação de ações de sustentabilidade em infraestruturas de transportes terrestres e no setor de trânsito, além de infraestrutura aquaviária, portuária e aeroportuária.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) é uma das entidades que compõem o Comitê. A participação da Agência reforça seu compromisso com a promoção de uma infraestrutura de transportes terrestres mais sustentável, segura, eficiente e transparente. Além disso, a ANTT é responsável por colaborar com o planejamento e a execução de ações sustentáveis que impactam diretamente o setor de transportes terrestres, tendo o Ciclo ESG, do Programa Prorev, como pilar de sustentabilidade e segurança.

Isso porque, desde o ano passado, a ANTT tem integrado o Ciclo ESG dentro do Programa de Revoluções (PROREV). O PROREV visa promover revoluções regulatórias, tecnológicas e comportamentais na Agência, modernizando os processos de regulação e fiscalização, e inserindo a ANTT em um contexto de boas práticas.

O Ciclo ESG é uma iniciativa que objetiva a integração de boas práticas ambientais, sociais e de governança à cultura organizacional e aos contratos de concessão regulados e fiscalizados pela ANTT. Este compromisso com a responsabilidade, sustentabilidade, ética e transparência demonstra a preocupação da ANTT com o futuro e seu entendimento da necessidade de ser um agente de mudanças, sendo referência para as agências reguladoras.

“Esse é mais um importante passo que damos na promoção da sustentabilidade e governança no setor de transportes. A participação ativa da ANTT no Comitê e seu compromisso com o Ciclo ESG dentro do PROREV refletem uma abordagem integrada e estratégica para enfrentar os desafios ambientais, sociais e de governança, assegurando um futuro mais sustentável para a infraestrutura de transportes no Brasil”, destacou o diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale.

Etapas do Ciclo ESG na ANTT

O Ciclo ESG é estruturado em várias etapas.

  • Avaliação e Análise: Avaliação de desempenho e políticas envolvendo os princípios ESG.
  • Definição de Metas: Estabelecimento de metas e prazos para melhorar o desempenho.
  • Integração na Estratégia: Princípios ESG são incorporados à cultura organizacional e influenciam a tomada de decisões, planejamentos e gestão.
  • Implementação e Monitoramento: Medidas concretas são tomadas para atingir as metas estabelecidas.
  • Engajamento e Comunicação: Comunicação transparente das conquistas, desafios e esforços às partes interessadas.
  • Revisão e Relatórios: Acompanhamento de práticas e divulgação de dados a partir de relatórios, como uma de compromisso.
  • Feedback e Adaptação: Entendimento do processo, avaliação e refinamento de estratégias.
  • Melhoria Contínua: Constância no aprimoramento e aprendizado.

Desde o lançamento do Ciclo ESG no ANTT Day, em 21 de junho de 2023, a ANTT tem promovido uma série de eventos e lives para discutir e disseminar boas práticas ESG. Além disso, a Agência firmou parcerias estratégicas por meio do programa ANTT Coopera, destacando-se a colaboração com Brasil Export e International Finance Corporation (IFC), do Banco Mundial.

Sobre o COSUST

O Comitê de Infraestrutura Sustentável em Transportes Terrestres, Portos e Aeroportos (COSUST) tem um papel fundamental no planejamento e implementação de ações relacionadas ao desenvolvimento de infraestrutura sustentável e resiliente, obtenção de licenciamento e regularização ambiental, execução e gestão de programas e medidas compensatórias e mitigatórias de impactos socioambientais e de mudança do clima, promoção da inclusão, diversidade e participação social nas fases de planejamento e execução de obras de infraestrutura de transportes, gestão de faixas e áreas de domínio público, além de procedimentos de deslocamento compulsório de pessoas.

O Comitê apresentará ao ministro de Estado dos Transportes e ao ministro de Estado de Portos e Aeroportos, até 30 de março de cada ano, o relatório anual de suas atividades e planejamento das ações para o ano seguinte.

Ao Comitê compete apoiar o planejamento e a implementação de ações relacionadas:

  • I – ao desenvolvimento de infraestrutura de transportes sustentável e resiliente;
  • II – à obtenção de licenciamento e de regularização ambiental;
  • III – à execução e à gestão de programas e de medidas compensatórias e mitigatórias de impactos socioambientais e de mudança do clima;
  • IV – à promoção da inclusão, diversidade e da participação social nas fases de planejamento e execução de obras de infraestrutura de transportes;
  • V – à gestão das faixas e das áreas de domínio público;
  • VI – aos procedimentos de deslocamento compulsório de pessoas, tais como desapropriações, realocações e reassentamentos, dentre outros.
Conheça o perfil dos trabalhadores do transporte, retratado em novo painel da CNT

Conheça o perfil dos trabalhadores do transporte, retratado em novo painel da CNT

A ferramenta permite realizar vários tipos de busca de dados, em nível sociodemográfico das pessoas vinculadas ao setor, em cada modalidade e segmento, entre outros recortes
A CNT (Confederação Nacional do Transporte) lançou, nessa quinta-feira (18), uma nova ferramenta dinâmica que caracteriza o perfil dos profissionais que atuam no mercado de trabalho do setor. Trata-se do Painel CNT de Perfil do Trabalhador no Transporte, cujo objetivo é promover uma melhor compreensão do mercado de trabalho do setor.
O instrumento analítico disponibiliza elementos sociodemográficos e de caráter identitário, como idade, etnia, escolaridade e sexo, bem como região e estado do vínculo empregatício, além de informações sobre tempo de atuação na profissão e modo de transporte.

No painel, é possível realizar segmentações detalhadas que podem auxiliar os usuários em diversos níveis de tomada de decisão, como no âmbito da gestão de negócios e de boas práticas no âmbito social.

A busca pode ser feita por computador, celular ou tablet. Os dados são elaborados pela CNT a partir das informações coletadas na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) do Ministério do Trabalho e Emprego.

Conheça o perfil dos trabalhadores do transporte*

  • 2.588.304 possuem vínculo ativo no setor;
  • 2.130.167 (82,3%) são homens;
  • 458.136 (17,7%) são mulheres;
  • 1.581.583 têm ensino médio completo;
  • 412.655 estão com um a dois anos de serviço.

*Dados extraídos da Rais 2022, do Ministério do Trabalho e Emprego

Painel CNT de Perfil do Trabalhador no Transporte

https://www.cnt.org.br/agencia-cnt/conhea-o-perfil-dos-trabalhadores-do-transporte-retratado-em-novo-painel-da-cnt
Segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical abordará o Plano Setorial do Transporte Rodoviário

Segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical abordará o Plano Setorial do Transporte Rodoviário

A NTC&Logística realizará a segunda edição de 2024 do CONET&Intersindical (Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado), em Itapema, litoral de Santa Catarina. A organização do CONET&Intersindical conta com a parceria da FETRANCESC – Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

O CONET&Intersindical acontecerá nos dias 1 e 2 de agosto, no Itapema Beach Hotéis & Resorts (BR-101, Km 144, nº 3146 – Ilhota – Itapema – SC).

Em seu formato tradicional, o evento é dividido em duas etapas: o CONET, voltado à discussão empresarial de custos, em que o Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas e Econômicas – DECOPE, da NTC&Logística, apresenta as pesquisas de mercado e aponta os direcionamentos relacionados ao frete, e a Intersindical, cuja pauta para análise e debate é composta de temas relacionados ao desenvolvimento das atividades do setor.

No CONET, teremos a participação de Lilian Campos, Superintendente de Inteligência de Mercado da INFRA S/A., com uma palestra sobre o Plano Setorial de Transporte – PSTR do Ministério dos Transportes, que tem por objetivo analisar e classificar os empreendimentos federais rodoviários a partir dos benefícios que cada um pode gerar no médio prazo.

Lilian Campos é responsável pela operação do Observatório Nacional de Transporte e Logística (da INFRA S/A) e pela sustentação do Espaço Conecta, centro de inovação voltado ao desenvolvimento da infraestrutura de transportes do Brasil. É Mestre em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação, especialista em Ciência de Dados e Big Data, Diretora do PMI-DF, Pesquisadora da RBCIP – Rede Brasileira de Certificação, Pesquisa e Inovação, e MBA em Gestão de Negócios.

O CONET&Intersindical é reconhecido como referência no mercado, oferecendo um ambiente propício para a construção de parcerias estratégicas, o compartilhamento de boas práticas e a busca por soluções inovadoras. Com discussões abrangentes e pesquisas atualizadas, o evento contribui significativamente para o aprimoramento do setor de Transporte Rodoviário de Cargas, impulsionando seu desenvolvimento e fortalecendo sua posição na economia nacional.

Faça já sua inscrição aqui.

Confira a programação preliminar.

CONET – PRIMEIRO DIA – 01/08/2024

12h30            Credenciamento

13h                 Abertura do CONET – Conselho Nacional de Estudos em Transporte, Custos, Tarifas e Mercado

13h45            Plano Setorial de Transporte Rodoviário – PSTR do Ministério dos Transportes

Palestrante: Lilian Campos – Superintendente de Inteligência de Mercado da  INFRA S/A

14h45            Instituto Mercadológico da COMJOVEM NACIONAL

Palestrante: Geovani Serafim – Coordenador do Instituto Tecnológico COMJOVEM

15h30            Índice de Variação do INCT – Índice Nacional de Custos do Transporte e Pesquisa DECOPE de Mercado no Transporte de Cargas 2024

Palestrante: Lauro Valdívia – Assessor Técnico da NTC&Logística

16h20            O Futuro do Transporte de Cargas: Tendências 2025

Palestrante Convidado: Economista do Banco BTG Pactual

17h20            Reforma Tributária – Atualização

Palestrante: Dr. Marcos Aurélio Ribeiro – Diretor Jurídico da NTC e Dra. Andrea Cavalcanti – Gerente Executiva do Poder Legislativo da CNT

                        Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

18h                 Encerramento

18h / 20h       Coquetel na Área de Exposições

INTERSINDICAL – SEGUNDO DIA – 02/08/2024

08h30            Abertura da Reunião Intersindical

                        NTC&Logística – Sistema Transporte (CNT / SEST SENAT / ITL)

Presidentes: Eduardo Rebuzzi – NTC&Logística e Vander Costa – Sistema Transporte (CNT/ SEST SENAT/ ITL)

9h30               Painel Mercado Securitário e o TRC

Palestrante: Adailton Dias – Membro da Comissão Estratégica de Seguros Corporativos da FenSeg

Palestrante Convidado: Representante da SUSEP

Mediador: Dagnor Schneider – Presidente da FETRANCESC

10h30            Coffee break

11h                 Painel Trabalhista

– Pesquisa Negociações Coletivas 2024

– Assuntos Trabalhistas e Sindicais: atualizações

Palestrante: Dr. Narciso Figueirôa Junior – Assessor Jurídico da NTC&Logística

12h                 Segurança Pública e Roubo de Carga: A realidade no Rio de Janeiro e o impacto nacional

Palestrante:  Dr. Fabrício Oliveira – Delegado de Polícia Civil Coordenador da CORE-RJ / Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Estado do RJ

Mediadores: Eduardo Rebuzzi – Presidente da NTC&Logística e da FETRANSCARGA, e Filipe Coelho – Presidente do SINDICARGA

12h40            Ações da COMJOVEM NACIONAL – NTC&Logística

Palestrante: André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

13h10            Discussões / Sugestões / Encaminhamentos

13h40            Encerramento

                        Almoço e Tarde Livres

20h                 Jantar Festivo de Encerramento

Faça já sua inscrição aqui.

Realização:

NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), em parceria com a FETRANCESC (Federação das Empresas de Transporte de Carga no Estado de Santa Catarina) e o apoio dos sindicatos filiados à entidade.

Patrocínio:

Mercedes-Benz e Transpocred.

Apoios institucionais:

Sistema Transporte (CNT – Confederação Nacional do Transporte; SEST SENAT – Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, e ITL – Instituto de Transporte e Logística);

FuMTran (Fundação Memória do Transporte);

Anfir (Associação Nacional Fabricantes de Implementos Rodoviários).

Apoio logístico: Braspress.

Faça já sua inscrição aqui.

Pesquisa: Mercado no primeiro semestre de 2024

Pesquisa: Mercado no primeiro semestre de 2024

A NTC&Logística e a ANTT estão conduzindo uma pesquisa junto às empresas transportadoras de carga para avaliar a situação econômica do Transporte de Cargas (TRC) no primeiro semestre de 2024. Esta iniciativa visa obter um panorama detalhado das condições atuais do setor, identificando desafios, oportunidades e tendências que possam influenciar o desenvolvimento e a sustentabilidade do TRC no Brasil.

O questionário de múltipla escolha pode ser respondido em poucos minutos, garantindo uma participação rápida e eficiente das empresas.

Os resultados serão utilizados para desenvolver estratégias que promovam a eficiência, competitividade e sustentabilidade do TRC, e serão apresentados na segunda edição do CONET (Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado), que acontecerá no dia 1o de agosto de 2024, em Itapema, Santa Catarina.

Agradecemos a participação!

Clique aqui e participe: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScBRW6hVyXbDYY6nOL23ioNqMgG7IwAxzARDDZosrTve9aZSA/viewform

Comunidade do transporte tem 15% de desconto nos cursos de graduação online da FGV

Comunidade do transporte tem 15% de desconto nos cursos de graduação online da FGV

Parceria feita por meio do ITL oferece seis cursos

Trabalhadores do transporte, seus filhos e cônjuges contam com desconto de 15% em cursos de graduação online tecnológica da FGV (Fundação Getúlio Vargas). O valor especial é fruto de uma parceria firmada entre o ITL (Instituto de Transporte e Logística) e a instituição de ensino. Colaboradores do Sistema Transporte (CNT, SEST SENAT e ITL) também são beneficiários.

As inscrições para o próximo vestibular são gratuitas e podem ser feitas até o dia 12 de agosto, na página da parceria com o ITL, no site da FGV. O desconto só será válido para os candidatos que se inscreverem pelo link específico. Clique aqui e faça agora sua inscrição.

Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira, Logística, Marketing e Processos Gerenciais são alguns dos cursos oferecidos com o valor especial pela FGV, uma das mais renomadas instituições de ensino do país.

 O vínculo com o setor de transporte deve ser comprovado no ato da matrícula.

Convênios do ITL

A ideia é que, por meio de convênios com instituições de referência do país e do mundo, toda a comunidade do transporte possa ter acesso à formação de ponta, de maneira complementar à já ofertada pelo Sistema Transporte, por meio do SEST SENAT e do ITL.

O Instituto tem buscado inovar nos serviços oferecidos, sem perder de vista a qualidade e os benefícios estratégicos do que é entregue às empresas de transporte. Assim, com esse convênio, o Instituto de Transporte e Logística reitera seu propósito de qualificar, desenvolver e inovar o setor de transporte, de forma que ele se torne ainda mais competitivo.

Acesse e se inscreva agora para o próximo vestibular!

ANTT lança página de dados detalhados do transporte rodoviário de cargas nacional e internacional

ANTT lança página de dados detalhados do transporte rodoviário de cargas nacional e internacional

Plataforma digital reúne painéis, arquivos para download e informações estratégicas para o setor

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou essa semana uma página dedicada a oferecer transparência e acesso facilitado às informações do transporte rodoviário de cargas no Brasil e no Mercosul. A iniciativa marca um avanço importante na disponibilização de dados para operadores, reguladores e demais stakeholders do setor. A plataforma digital reúne informações, arquivos para download e acesso a painéis com dados e informações estratégicas.

Entre os dados da nova página, está uma seção abrangente sobre o Cadastro Nacional de Transportadores, fornecendo números atualizados do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC).

Além disso, o Cadastro Internacional de Transportadores oferece uma visão ampla das licenças e cadastros de veículos  para o Transporte Internacional de Cargas (TRIC), importante para operações comerciais.

A plataforma inclui, ainda, um robusto painel de Business Intelligence (BI), fornecendo um panorama abrangente de indicadores do transporte rodoviário de cargas no Brasil, sendo eles: Volume de Serviços, Vendas de Combustíveis, Mercado de Trabalho, Venda de Caminhões e Emissões de CO2.

Também estão disponíveis arquivos para download, incluindo dados dos transportadores brasileiros habilitados (RNTRC); empresas habilitadas ao transporte rodoviário internacional de cargas (TRIC); empresas habilitadas para o transporte rodoviário para o Peru; transportadores impedidos de operar no transporte internacional e empresas habilitadas como operador de transporte multimodal.