Flat Preloader Icon
COMJOVEM Rio de Janeiro e São Paulo realizam encontro na FETRANSCARGA para discutir a área tributária

COMJOVEM Rio de Janeiro e São Paulo realizam encontro na FETRANSCARGA para discutir a área tributária

Ontem, dia 29, os integrantes do núcleo da COMJOVEM de São Paulo, representado por Andréa Rocha e Luis Felipe Machado, juntamente com os integrantes do Núcleo do Rio de Janeiro, participaram de uma reunião presencial nas dependências da FETRANSCARGA, na capital fluminense. O principal foco do encontro foi a discussão sobre a área tributária, proporcionando aos presentes a oportunidade de conhecer o trabalho de uma empresa de assessoria especializada no assunto.

Durante a reunião, os representantes das transportadoras presentes foram apresentados aos serviços e recursos oferecidos pela empresa de assessoria. O ponto alto do encontro foi a presença e as palavras do Presidente da Federação, Eduardo Rebuzzi, que também ocupa o cargo de Presidente da NTC&Logística.

Em sua fala, Rebuzzi ressaltou a importância da representatividade de ambas as entidades presentes, destacando a relevância das ações dos núcleos da COMJOVEM. Além disso, a reunião proporcionou um ambiente propício para a troca de informações entre os participantes, fortalecendo as relações e o networking no setor de transporte e logística.

“Este encontro demonstrou a sinergia e a colaboração entre os núcleos da COMJOVEM, evidenciando o compromisso com o desenvolvimento e aperfeiçoamento contínuo do Transporte de Cargas com temas de relevância”, reforçou Rebuzzi.

CNT debate matérias relevantes ao setor transportador no Senado Federal

CNT debate matérias relevantes ao setor transportador no Senado Federal

Na tarde desta quinta-feira (29), a gerente executiva de Poder Legislativo da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Andrea Cavalcanti, e a assessora legislativa Amanda Tabosa estiveram reunidas com a chefe de gabinete do senador Davi Alcolumbre (UNIÃO/AP), Ana Paula Magalhães, para tratar sobre temas de interesse do setor de transporte brasileiro.

Na pauta, estava o Projeto de Lei (PL) nº 2.464/2019, que pretende restringir a responsabilidade das locadoras de bens móveis pelos danos causados pelos locatários no uso do bem à existência de dolo ou culpa no ato de sua entrega. A matéria está na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), aguardando a designação de relator. 

Outro ponto tratado no encontro foi o Projeto de Lei nº 1.829/2019, conhecido como “nova lei geral do turismo brasileiro”, que, dentre outras questões, pretende regular os setores aéreo e de transporte interestadual de passageiros. O PL está sob a relatoria do senador Davi Alcolumbre (UNIÃO/AP) na CDR (Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo).

69% dos CEOs do agronegócio estão otimistas com crescimento da economia

69% dos CEOs do agronegócio estão otimistas com crescimento da economia

Mais de dois terços (69%) dos executivos do agronegócio brasileiro estão otimistas com o crescimento da economia nos próximos 12 meses, revela a 27ª edição da Pesquisa Global com CEOs da PWC, empresa de consultoria e auditoria. Há um ano, 40% dos CEOs do setor confiavam no crescimento da economia.

O levantamento, divulgado nesta quarta-feira (28), mostra que outros 17% dos executivos do setor avaliam o risco de uma desaceleração em 2024, enquanto 14% projetam um cenário de estabilidade. A confiança do agronegócio ficou acima da média nacional, já que, considerando todos os setores da economia, 55% dos executivos apostam no crescimento da economia brasileira, 29% acreditam na desaceleração e 15% na estabilidade.

O otimismo dos CEOs brasileiros se sobressai ainda sobre a média dos executivos globais, dos quais 44% acreditam no crescimento de seus países, 37% apostam na desaceleração e 17% veem estabilidade econômica. A PWC entrevistou mais de 4,7 mil líderes empresariais em cem países. Na avaliação do sócio da PWC Brasil e líder de Agronegócio no Brasil da consultoria, Maurício Moraes, a confiança maior do agronegócio em relação à economia brasileira na comparação com os executivos dos demais setores pode ser atribuída à capacidade de atração e interesse de investimento do setor.

Em relação às próprias empresas, 35% dos líderes do agronegócio ouvidos na pesquisa estão confiantes de que as receitas tendem a crescer neste ano contra 78% há um ano. A confiança é inferior à média dos líderes empresariais brasileiros, de 52%, e do mundo, de 37%. Para os próximos três anos, 57% dos executivos do agronegócio apostam no aumento na receita das suas empresas, ante 70% há um ano e contra 62% da média nacional e 49% do mundo. “Vivemos momento de quebra de safra, de estoque de insumos, de menores margens. São temas que refletem a percepção de geração de receita para este ano. Para os próximos três anos, há perspectiva de retorno à normalidade, com fundamentos das commodities mais estáveis”, observou Moraes, em coletiva de imprensa.

DNIT revitaliza 46 quilômetros da BR-174 no Mato Grosso

DNIT revitaliza 46 quilômetros da BR-174 no Mato Grosso

Investimento de R$ 27,8 milhões entre o km 502,4 e o km 602,8 trouxe mais fluidez e segurança ao tráfego

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) concluiu a revitalização de 46,7 quilômetros da BR-174/MT, no município de Comodoro. O Governo Federal investiu aproximadamente R$ 27,8 milhões nas melhorias do trecho entre o km 502,4 e o km 602,80 da rodovia. Ao longo deste segmento, foram executados serviços como de fresagem, aplicação de microrrevestimento asfáltico, além de diversas correções no pavimento.

A revitalização do pavimento valoriza a rodovia e mantém a conservação da infraestrutura viária que tem importância estratégia para o estado. A BR-174/MT integra o corredor logístico para o escoamento da produção do agronegócio de Mato Grosso, com destaque no transporte de milho, soja e algodão.

O município de Comodoro fica próximo à divisa de Rondônia e a 656 quilômetros da capital mato-grossense Cuiabá. Com a recuperação deste segmento, o DNIT entrega uma rodovia mais segura o que garante um tráfego dinâmico, impulsionando o desenvolvimento e fortalecimento da atividade econômica regional.

Condições da rodovia – Com a ampliação dos investimentos do Governo Federal nas rodovias sob administração do DNIT, foi possível melhorar de forma significativa as condições da malha rodoviária em todo o país. A evolução do Índice de Condição de Manutenção (ICM) – monitoramento mensal realizado pela autarquia que visa manter uma radiografia atualizada das condições da malha federal sob jurisdição do Departamento – comprova o avanço na qualidade das rodovias. O ICM considera a situação da pista, sinalização, funcionamento dos dispositivos de drenagem, entre outros itens.

No Mato Grosso, o ICM de 2023 das rodovias chegou a 76% na faixa “Bom”, ante os 54% de 2022. Já a BR-174/MT, que perfaz cerca de 1,1 mil quilômetros dentro do estado mato-grossense, registrou no último levantamento um percentual de quase 90% de toda a sua extensão considerada em boas condições.

Os números refletem as obras que impulsionaram o desenvolvimento em Mato Grosso e melhoraram as condições das rodovias que escoam cargas exportadas para o mercado internacional. Vale lembrar que, neste segmento, a economia se ancora principalmente na cadeia produtiva da madeira, da pecuária de corte e de grãos.

MG-459 será a primeira rodovia mineira a receber sistema de pedágio sem cancela – o ‘Free Flow

MG-459 será a primeira rodovia mineira a receber sistema de pedágio sem cancela – o ‘Free Flow

A EPR Sul de Minas, concessionária que assumiu a administração de rodovias da região, entre elas a MG 290 e a MG 459, anunciou nesta quarta-feira (28) a implantação, em caráter experimental, do pedágio sem cancela, o chamado free flow. A praça será no Km 12,7 da rodovia que liga Ouro Fino a Monte Sião.

Esta será a primeira experiência deste tipo em Minas Gerais. O free flow é uma metodologia de passagem que não necessita da instalação dos modelos convencionais de praças de pedágio com cabines e cancelas de cobrança automática. É um sistema inovador que permite o fluxo contínuo de veículos, com mais segurança, além de trazer benefícios como agilidade e redução dos impactos ambientais.

“A EPR é uma empresa conectada, que está sempre à procura de soluções modernas para ampliar o desenvolvimento da região do Sul de Minas. Estamos muito confiantes no sucesso desse projeto que será implementado em caráter piloto nesta região”, explica José Carlos Cassaniga, diretor-presidente da EPR.


Como funciona

A estrutura do sistema free flow de pedágio sem cancela é um pórtico que recebe a instalação de câmeras e sensores que fazem a leitura da placa ou etiqueta eletrônica (tag) dos veículos. Os sensores localizados nas estruturas dos pórticos do free flow são capazes de identificar a altura, largura e comprimento, além da quantidade de eixos rodantes e suspensos e funcionam até mesmo em situações de baixa visibilidade e acostamento.

Para facilitar o pagamento da tarifa do pedágio, a recomendação é que os veículos estejam com a etiqueta eletrônica de cobrança (tag) previamente instalada no para-brisa, para que o valor seja faturado automaticamente. Empresas como Sem Parar, ConectCar, Veloe, Move Mais e Taggy, assim como instituições as financeiras – os bancos, disponibilizam este serviço por meio dos seus sites e aplicativos. Além disso com o tag os usuários também podem conseguir o Desconto de Usuário Frequente (DUF)

Já o condutor que não tiver a tag terá outras alternativas para fazer o pagamento do valor do pedágio em até 15 dias depois da passagem pelo pórtico ou pagar de forma antecipada e gerar um crédito de passagem com a concessionária. No formato digital, será possível efetuar o pagamento por meio do aplicativo e do site da EPR Sul de Minas www.eprsuldeminas.com.br/freeflow.

No modo presencial, o motorista poderá realizar o pagamento no totem da Bases de Serviços Operacionais (BSOs) da concessionária localizado no km 53 da MG-290, em Ouro Fino, em qualquer uma das demais sete praças de pedágio EPR e em estabelecimentos conveniados.

Caso o débito da passagem não seja quitado em até 15 dias após a passagem pelo free flow, o proprietário do veículo receberá uma multa por evasão de pedágio, que acarreta no pagamento de R$ 195,23 ao Governo do Estado, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Campanha para informar a população

Até a conclusão da instalação pórtico e início da operação em caráter educativo, a EPR Sul de Minas e o Governo do Estado realizarão uma campanha educativa à população, informando como funciona o novo sistema free flow, seus benefícios e as formas de pagamento.

Seminário Itinerante da NTC&Logística em Santos inicia celebração dos 20 anos do evento

Seminário Itinerante da NTC&Logística em Santos inicia celebração dos 20 anos do evento

Em 2024, a NTC&Logística comemora um marco significativo: os 20 anos do Seminário Itinerante, uma iniciativa pioneira que visa promover a capacitação técnica e gerar oportunidades de negócios para empresários, jovens empreendedores e executivos do Transporte de Cargas (TRC). Este ano, a primeira edição do seminário será recebida pelo Sindicato das Empresas de Transporte Comercial de Carga do Litoral Paulista (SINDISAN) e o Núcleo da COMJOVEM de Santos, marcando o evento com o início da celebração na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo, no dia 15 de março.

Desde seu início, o Seminário Itinerante teve como objetivo primordial levar os valores e a missão da NTC&Logística para diversos pontos do país, reforçando o compromisso da entidade em apoiar o desenvolvimento e fortalecimento do setor de transporte rodoviário de cargas. Através de uma programação rica e diversificada, o evento aborda temas de relevância que impactam diretamente nas operações e no crescimento das empresas do setor.

Ao longo dessas duas décadas, várias regiões do Brasil tiveram a oportunidade de sediar edições do Seminário Itinerante, consolidando a presença da Associação de Norte a Sul do país e cumprindo sua missão de estar ao lado dos transportadores rodoviários de cargas, oferecendo suporte, conhecimento e inovação.

Eduardo Rebuzzi, presidente da NTC&Logística, compartilhou sua visão sobre a importância deste evento: “Celebrar 20 anos do Seminário Itinerante é um marco significativo não apenas para a NTC&Logística, mas para todo o setor de transporte de cargas e logística no Brasil. Ao longo desses anos, vimos o seminário crescer, evoluir e, principalmente, contribuir de forma efetiva para o fortalecimento e a capacitação de nosso setor. Estamos comprometidos em continuar essa jornada, trazendo conhecimento, inovação e novas oportunidades de negócios para os empresários e executivos que são a força do nosso setor.”

Confira a Programação do evento

14 de março (quinta-feira)

14h às 18h – Visita Técnica – Porto de Santos

Happy hour: a definir horário e local.

15 de março (sexta-feira)

Seminário Itinerante NTC&LOGÍSTICA /COMJOVEM

8h00 às 8h30 – Credenciamento

8h30 às 9h30 Abertura – NTC&Logística e COMJOVEM

Flávio Benatti – Patrono da COMJOVEM e Representante da NTC&Logística

André de Simone – Coordenador Nacional da COMJOVEM

Hudson Rabelo – Vice-Coordenador Nacional da COMJOVEM

André Luis Neiva – Presidente do SINDISAN

Pedro Bala Sorbello – Coordenador do Núcleo da COMJOVEM-Santos

9h30 às 9h50 – Momento Parceiros NTC

Momento Mercedes Benz

Momento Edenred

9h50 às 10h20 – Movimento Vez & Voz

Camila Florêncio – Gerente de Comunicação do SETCESP e Coordenadora do Vez & Voz

10h20 às 11h10 – Palestra: Custos de Fretes e Defasagem de Insumos

Lauro Valdivia – Assessor Técnico da NTC&Logística

11h10 às 11h30 – Momento Parceiros NTC

Momento Transpocred

Momento FENATRAN

Momento Autotrac

11h30 às 13h00 – Palestra: Habilidades do Futuro para Jovens lideranças

Professor Paulo Vicente – Fundação Dom Cabral

13h – Encerramento seguido de Brunch

Faça já sua inscrição clicando aqui

O evento é uma realização da NTC&Logística, conta com o Patrocínio da Autotrac, Edenred Ticket Log Repom, Fenatran, Mercedes-Benz e Transpocred, Apoio Institucional do Sistema Transporte CNT, SEST SENAT e ITL, FumTran e Apoio Logístico da Braspress.