Bloqueios na BR-277 e BR-376 aumentam os custos dos transportadores

Foto: Albari Rosa / AEN

O presidente da FETRANSPAR, Coronel Sérgio Malucelli, explica que as interdições da BR-277 e da BR-376, em razão das fortes chuvas do fim de novembro que provocaram deslizamentos de terras, aumentaram os custos diários do transporte de cargas nas . Com maior tempo de viagem, em razão de desvios e diminuição da velocidade por conta de pista simples, os transportadores viram aumentar os custos.

“Na BR-277, que ficou dois dias interditada no sentido Curitiba ao Litoral, o prejuízo com os caminhões parados chegou a R$ 41 milhões. A rodovia foi liberada com a passagem em uma pista ontem (1), às 15h30, para a descida ao litoral”, disse o Coronel Malucelli.

Já na BR-376 não há nenhuma previsão de quando a estrada será liberada. O desvio para chegar até Florianópolis aumenta a viagem para 18 horas, pois são 370 quilômetros de trajeto, grande parte em pista simples. “Hoje, o custo operacional para fazer essa viagem está em R$ 60 milhões por dia. A velocidade média dos caminhões, que era de 65 km/h, baixou para 20 km/h, 18 km/h. Isso aumenta o tempo de viagem, o desgaste do caminhão, aumentam as diárias dos motoristas e dos transportadores agregados”, explica o Coronel Malucelli.

Fonte: FETRANSPAR

Rodovias

%d blogueiros gostam disto: