Com previsão de gerar 25 mil novos empregos, governo do RN avança para início das obras do Porto Indústria em Caiçara do Norte

Porto-indústria, necessário ao offshore, será construído no litoral entre Caiçara do Norte e São Bento do Norte – imagem: A tribuna

O Governo do RN planeja gerar 25 mil novos empregos com a construção do Porto Indústria. Serão investidos R$ 6 bilhões para instalação do novo empreendimento.

O local previsto para receber o Porto Indústria Multipropósito Offshore do RN está situado no Litoral Norte, entre os municípios de Caiçara do Norte e São Bento do Norte, a cerca de 160 km de Natal. Outras áreas dos municípios de Porto do Mangue, Natal e Touros também estão entre as selecionadas, mas a definição considerou a viabilidade ambiental, técnica e também econômica das regiões. O Porto Indústria é necessário para a exploração de energia eólica offshore e exportação de outros produtos. Nas estimativas animadoras da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, será possível começar as obras já no próximo ano, gerando milhares de empregos.

Governo do RN avançará com estudos de viabilização

O próximo passo, de acordo com Sílvio Torquato, secretário de Desenvolvimento Econômico, é avançar com os estudos da área escolhida com foco em iniciar o processo de licenciamento já no próximo ano, com as físicas tendo início apenas em 2024 e concluídas em 5 anos.

Os estudos continuarão a cargo da UFRN. De acordo com o secretário, no próximo ano, será possível trabalhar em paralelo à chamada pública, que pode demandar uma nova documentação. Será providenciada pelo governo do RN a documentação legal para encaminhar à Secretaria dos e seguir com o processo de licenciamento ambiental do Porto Indústria. Sendo assim, ficará tudo preparado para a PPP, que já possui lei, mas precisa ser atualizada. O Governo do RN deve buscar investimentos de R$ 6 bilhões para a instalação do Porto Indústria sem disponibilizar um fundo garantidor às empresas interessadas em operá-lo. O secretário afirma que todas as empresas que vierem para a chamada pública devem estar cientes. Geralmente, o tempo de retorno do capital para este tipo de projeto é de 35 anos, podendo chegar a 70. Mas a estimativa do empreendimento no RN é de que isso aconteça em 12 anos.

Fonte: CPG

Indústria

%d blogueiros gostam disto: