Lira promete votação da reforma tributária para “antes do recesso”

Foto: Divulgação/Metrópoles

Arthur Lira, presidente da Câmara, projeta votação da reforma tributária ainda no primeiro semestre, depois do marco fiscal

Às vésperas da votação do projeto do novo marco fiscal na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que pretende pautar a reforma tributária para análise dos parlamentares ainda no primeiro semestre, antes do recesso do meio do ano.

“Depois da votação do arcabouço, nós teremos ainda junho e julho para terminarmos essas discussões e conseguirmos pautar no plenário da Câmara, ainda antes do recesso do fim de julho”, disse o presidente da Câmara.

Lira participou, na sexta-feira (19/5), no Rio de Janeiro, de uma reunião do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que reuniu governadores de estados das duas regiões. A reforma tributária foi o principal tema das discussões.

Para Lira, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) precisa se empenhar para aprovar projetos importantes, como o marco fiscal e a reforma tributária, neste primeiro ano de mandato.

“Se um governo não fizer suas reformas no primeiro ano, ele não consegue mais fazê-las por causa dos calendários eleitorais, que são sempre divididos no país”, disse o deputado, referindo-se às eleições municipais de 2024.

Segundo o presidente da Câmara, “alguns temas mais árduos que viriam na discussão da reforma tributária podem ser antecipados nessa discussão pós-votação do arcabouço fiscal”.

Lira afirmou ainda que o Brasil precisa “simplificar e melhorar o sistema tributário”. Para ele, por se tratar de um projeto complexo que mexe com muitos interesses, “a melhor votação é a possível”.

“O que nós acertamos aqui foi que a pauta, que é o nosso dever, será agora no primeiro semestre. Eu não posso garantir a aprovação. Eu posso garantir uma discussão ampla e facilitar o debate”, concluiu.

Fonte: Metrópoles

Reforma Tributária

%d blogueiros gostam disto: